Em fazenda de café, brasileira Guaspari faz ótimos brancos e tintos


Uma família de origem ligada ao campo, com espírito inovador e empreendedor, chega em 2001 a uma região tradicionalmente cafeeira e identifica condições muito favoráveis à viticultura. Era o começo do sonho que se transformaria na Vinícola Guaspari

No interior de São Paulo, a Guaspari foi fundada em 2006 e atualmente possui cerca de 50 hectares de vinhedos. Guaspari é o resultado do espírito empreendedor da família de mesmo nome, que, em pouco mais de 15 anos, transformou uma antiga fazenda de café em Espírito Santo do Pinhal. O projeto, para evitar as fortes chuvas do verão quente do Brasil, aproveita a transferência da colheita para o inverno através do sistema de poda invertida. A vinícola produz brancos, rosados e tintos.

 

LEIA MAIS

» Chilena Tabalí usa solo vulcânico para fazer grande Malbec (sim, Malbec!)

» Os vinhos da surpreendente vinícola Guaspari

 

Altitudes entre 1.000 m e 1.300 m, as noites frescas e a ótima insolação durante o dia proporcionam uma amplitude térmica entre 10ºC e 12ºC na época da colheita, semelhante à das grandes regiões europeias. Soma-se a isso um solo seco – com boa drenagem – e granítico, o que é especialmente indicado para uvas destinadas à produção de vinhos de alta qualidade. O resultado é um grande terroir

 

A colheita no inverno é possível devido ao manejo de dupla poda: ao invés de uma só poda, são feitas uma poda de formação (imediatamente após a colheita) e, depois, uma poda de produção

 

 

» Para ver os melhores vinhos avaliados da Guaspari, clique aqui

 

Da redação

Publicado em 20 de Maio de 2020 às 15:00


Notícias