Revista ADEGA
Busca

Recorde

Franciacorta tem seu melhor ano da história e retoma crescimento após queda em 2020

Espumante italiano teve um crescimento de 28,3% em 2021 após uma queda de 10% em 2020


Franciacorta tem seu melhor ano da história e retoma crescimento após queda em 2020

Região italiana sofreu queda nas suas vendas com a pandemia

Os produtores de Franciacorta anunciaram um crescimento de 28,3% nas vendas de seus espumantes com uma venda total de 20,3 milhões de garrafas, batendo o número que a região tinha em 2019 quando foram comercializadas 17,6 milhões de unidades.

» Clima quente e seco já preocupa produtores no Alentejo

Com isso a região retoma o crescimento após amargar uma queda de 10% em 2020, ano que a pandemia mexeu com o mundo. “As pessoas queriam se 'recompensar' e a qualidade das refeições e bebidas caseiras aumentou durante o Covid”, diz Arturo Ziliani, CEO da Berlucchi, um dos principais produtores de Franciacorta.

O aumento nas vendas de Franciacorta no ano passado ficou em linha com os níveis de produção que atingiram um recorde de 20,9 milhões de garrafas. Números que superaram em muito os anos anteriores quando a região foi atingida por intempéries naturais como geada tardia e granizo que impactaram na produção.

Segundo o Consórcio Franciacorta, os preços do espumante da região estão subindo safra após safra devido a uma combinação de fatores como escassez de novos vinhedos e aumento de preços em matérias-primas como vidro e cortiça.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui

André De Fraia
Publicado em 10/02/2022, às 08h00


Mais Mundovino