PUBLIEDITORIAL

Maldonado

A região mais recente e vibrante do vinho uruguaio


 

Região mais turística do país se tornou o mais novo polo da viticultura

Maldonado - reconhecida internacionalmente pelo balneário de Punta del Este - é uma região emergente na produção vinícola do Uruguai, com cerca de 250 hectares de vinhedo. Ela tem forte influência oceânica, com ventos constantes, que ajudam a controlar a umidade, boa amplitude térmica e solos pedregosos. É onde estão as maiores altitudes do Uruguai (cerca de 600 metros) e onde o Rio da Prata desemboca no oceano.

Possui solos particulares, como os compostos por rochas cristalinas com algumas incrustações de quartzo, ou os solos aluviais e de cascalho do vale, e em particular aqueles próximos à lagoa Garzón, emergidos de um embasamento cristalino há 2.500 milhões de anos, que são os mais antigo do planeta.

A viticultura nesta região havia sido abandonada quase completamente durante parte do século XX, mas agora é um dos locais mais vibrantes. A maioria das variedades plantadas são as francesas, com Tannat, mas também Cabernet Franc, Syrah, Viognier, Sauvignon Blanc. A presença de vinícolas e vinhedos fez com que essa região fosse apelidada “Toscana uruguaia”.

Aqui estão alguns dos principais investimentos recentes, com vinícolas portentosas como a Bodega Garzón, do empresário Alejandro Bulgheroni, entre outras como a Alto de La Ballena, uma das pioneiras da região, ou a Viña Eden, por exemplo.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

Da redação

Publicado em 4 de Dezembro de 2020 às 14:30


Notícias Maldonado Uruguai Vinho