Revista ADEGA
Busca

Rolha quebrou, e agora?

O que fazer quando a rolha quebra no gargalo?

“É raro acontecer, mas acontece. A rolha quebra quando tento tirar o saca-rolha. O que faço nessa situação?”, questiona o leitor Giuliano Bismark


Calma, há muitas alternativas para situações como essa
Calma, há muitas alternativas para situações como essa

Se na tentativa de tirar, a rolha praticamente se desintegrar e cair dentro da garrafa, a solução mais simples é filtrar o vinho com um coador fino – um pano de algodão, uma peneira, ou um funil com filtro para vinho, dependendo do tamanho dos pedaços de rolha remanescentes.

Se a rolha ainda está relativamente inteira, quebrada na metade, por exemplo, tente novamente bem devagar, inserindo a ponta do saca-rolha na parte restante e puxando lentamente para cima. Se ainda assim não der certo, empurre para dentro e coe. Se a parte quebrada não passar pelo gargalo, não há problema, sirva assim mesmo, observando apenas se não há mais partes de cortiça flutuando no líquido. Ingerir a cortiça não vai fazer mal, mas não é agradável.

Se você tem o hábito de abrir garrafas de vinho mais antigas, pode investir em um abridor tipo pinça – uma alça com duas hastes de metal achatadas presos com mola.

Para situações em que a rolha fica “pela metade”, ele também é uma ótima alternativa, pois funciona da seguinte forma: você insere a aba mais comprida na lateral da rolha com delicadeza e vai fazendo um movimento de vai-e-vem junto a leves giros para encaixar o outro lado menor; e, assim que a rolha estiver “fisgada”, vá repetindo os movimentos delicados puxando para cima até retirá-la por completo.

Rolha quebrou, e agora?
A solução mais simples quando a rolha quebra e a cortiça cai na garrafa é filtrar o vinho

Outra opção para rolhas que caem dentro da garrafa é o “recuperador de rolhas”, um instrumento inserido pelo gargalo que serve para capturar o pedaço da rolha quebrada.

Enfim, apesar de ser uma situação “chata” não é preciso se desesperar. E outro detalhe importante a frisar é que a rolha quebradiça não significa necessariamente que o vinho está estragado.

Ela pode ter quebrado por diversos fatores, mas idade (vinhos antigos) e pouca umidade (local de conservação muito seco – como uma geladeira, por exemplo) estão entre as principais. Ainda assim é bom checar o estado da bebida, pois uma rolha que, por algum motivo, não tenha vedado o líquido corretamente, pode sim ter comprometido o vinho.

Cuidado com as garrafas antigas

O processo de filtração pode acelerar a oxidação de um vinho muito antigo e pode ser melhor filtrar esse vinho diretamente na taça, em vez de decantá-lo.

Redação
Publicado em 16/05/2022, às 07h30


Mais Escola do vinho