Pandemia cancela lançamento de Château Latour “em seu melhor momento”


O Château Latour 2012 estava programado para ser lançado em 18 de março e vendido inteiramente por meio de “um pequeno grupo de 30 empresas na Place de Bordeaux”, revelou Frédéric Engerer, presidente e CEO do Château Latour. Ele não divulgou detalhes de preços para esta que seria a mais nova safra do vinho do mercado. Com a pandemia, ainda não há uma data para o lançamento.

Desde a safra 2011, Latour não participa mais do sistema en primeur e decidiu manter seus vinhos guardados até “seus melhores momentos” para sair ao mercado. “Depois de oito anos de frustrações de nossos négociants, com pequenos vinhos para vender e, claro, sem pressa, finalmente voltamos”, disse Engerer.

 

LEIA MAIS

» Chilena Tabalí usa solo vulcânico para fazer grande Malbec (sim, Malbec!)

» Aos 50 anos, Nieto Senetiner se consagra como uma das maiores da Argentina

 

Além do Latour 2012, a propriedade lançará a safra de 2014 de seu segundo vinho, Les Forts de Latour, bem como a safra de 2015 de seu terceiro, Pauillac de Latour.

“Nossa filosofia sempre foi: ‘vamos tentar introduzir vinhos que estão começando a ficar prontos para beber’. Para Latour, oito anos ainda são muito jovens, mas neste caso, o 2012 combina muito bem com essa filosofia”, afirmou o executivo.

Latour relançou safras mais antigas desde que deixou o sistema en primeur de Bordeaux, mas Engerer disse que “o lançamento do Grand Vin de 2012 é o maior em termos de volume”, desde então. Mas, ele disse que a propriedade também reterá estoque para lançamentos futuros.

No futuro, Engerer sugeriu que lançamentos podem não seguir a sequência cronológica. “Mudaremos a ordem nos próximos anos? Provavelmente para 2016 e 2017? Talvez. Todas as opções estão na mesa”, admitiu. Desde 2013, Latour lançou safras anteriores do Grand Vin e do segundo rótulo.


Da redação

Publicado em 19 de Maio de 2020 às 15:00


Notícias