Mundovino

Skincare sustentável. Marca britânica utiliza substratos de vinho em produtos cosméticos

Projeto de cremes de beleza tem como matéria-prima subprodutos de vinificação local na cidade inglesa de Kent


 

A empresa utiliza resíduos de vinícolas locais de Kent, sudeste da Inglaterra

A marca de skincare inglesa Pelegrims lançou uma linha de produtos sustentáveis que incorpora subprodutos de vinificação.

» Brad Pitt acusa Angelina Jolie de tentar vender sua parte no Miraval sem consulta-lo

A linha Vintage 2020, utiliza sementes de uva residuais, peles e engaço de vinícolas locais de Kent, sudeste da Inglaterra, para trazer extratos contendo polifenóis, ingrediente rico em propriedades antioxidantes.

Com o apoio do ex-executivo de tecnologia e sommelier, o francês Jerome Moisan, a Pelegrims acredita na resposta dos polifenóis: “O paradoxo francês é o fato intrigante de que os franceses sofrem menos de doenças cardiovasculares, apesar de terem dietas ricas: muitos acreditam que a resposta está nos polifenóis - moléculas antioxidantes úteis contidas nas uvas e que os franceses se beneficiam do consumo de vinho”, diz Moisan em entrevista para o site The Drink Business.

Resíduos da vinificação como folhas e caules é a matéria-prima dos produtos 

Há outra aplicação com resveratrol (um polifenol específico) em particular tendo eficácia em produtos de skincare, embora os níveis de concentração dependem parcialmente da qualidade da uva e amadurecimento.

A linha cosmética inclui óleo facial, balsamo para o rosto formulado com extrato de uva Pinot Noir inglesa, gel de limpeza e hidratante para as mãos com extrato de uva Ortega inglesa, que ajuda na proteção, hidratação e cuidado para mãos secas – os valores na Inglaterra variam entre 19 e 49 Libras Esterlinas.

Para a marca de skincare, as videiras são a fonte mais importante como ingrediente dos produtos. A francesa Caudalie foi pioneira no conceito em Bordeaux ao lado do Château Smith Haut Lafitte e seu Spa.

Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

Glaucia Balbachan

Publicado em 23 de Setembro de 2021 às 14:00


Mundovino Skincare Produtos de beleza Resíduos Sustentabilidade Vinho Resíduos da vinificação