Mundovino

Um bilhão de garrafas orgânicas

Pesquisa estima que esse será o consumo de vinhos orgânicos até 2023


 

"Cada vez mais consumidores em todo o mundo estão escolhendo vinhos orgânicos", diz pesquisa

Uma pesquisa, encomendada pela Millésime Bio, feira dedicada ao vinho orgânico, e seu organizador SudVinBio, realizada pelo grupo de IWSR, apontou que quase um bilhão de garrafas de vinho orgânico devem consumidas em todo o mundo até 2023. Em pesquisa similar feita em 2013, o número era bem menor, com 441 milhões de garrafas. 

Espera-se que 976 milhões de garrafas de vinho orgânico sejam consumidas em 2023, um aumento de 34% em relação aos 729 milhões de garrafas consumidas em 2018, último ano com dados disponíveis. Em 2018, o vinho orgânico representou 2,6% do consumo global de vinho, e espera-se um aumento de 3,5% até 2023. Em 2013, representava apenas 1,5%. 

Nos cinco principais países consumidores do mundo (Estados Unidos, França, Itália, Alemanha e China) o mercado de vinhos orgânicos foi de € 3,3 bilhões em 2018. Enquanto a Alemanha atualmente é a maior consumidora do vinho orgânico, a França deve superá-la até 2023, sendo uma em cada cinco garrafas. A Alemanha representará 17,6% do mercado. Os Estados Unidos devem ultrapassar o Reino Unido e ficar em terceiro, representando 9,3% do vinho orgânico consumido, equivalente a 91 milhões de garrafas. 

Em termos de países com a maior área de vinhedos orgânicos certificados, a Espanha deverá ter 160.000 hectares de videiras orgânicas até 2023, triplicando o que tinha em 2013. A França permanecerá na segunda posição, com cerca de 115.000 hectares até 2023, enquanto a Itália terá mais de 96.000 hectares. 

» Vinícola portuguesa lança nova garrafa mais “amiga do ambiente”

» Projeto lançará primeiro Barolo carbono zero

» França e Espanha se juntam no desenvolvimento de viticultura resistente às mudanças climáticas

Patrick Guiraud, presidente da Millésime Bio, disse: “Esta nova pesquisa demonstra como cada vez mais consumidores em todo o mundo estão escolhendo vinhos orgânicos, pois rejeitam o uso de pesticidas e outros produtos não naturais que danificam o meio ambiente e podem entrar na cadeia alimentar. Essa tendência só aumentará à medida que as vinícolas grandes e pequenas mudarem para uma vinificação mais sustentável, e os varejistas estocarem uma gama maior de vinhos orgânicos para atender à crescente demanda dos consumidores”. 

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

Da redação

Publicado em 2 de Março de 2021 às 17:00


Mundovino Orgânico Vinho Sustentabilidade Vinhedo Biodinâmico