Drops

Garrafa de vinho do Porto quebra recorde de preço

Vinho do Porto Niepoort de 1863 foi vendido por US$ 128.000 e torna-se a mais cara do mundo


Uma garrafa de 1863 de Vinho do Porto Niepoort foi vendida em Hong Kong e alcançou um novo recorde mundial de preço (para um Vinho do Porto) ao atingir US$ 128.000. O líquido na verdade estava em um decanter Lalique de 1,5 litro e é um dos cinco que foram engarrafados diretamente de garrafões (conhecidos como demijohn) nas caves Niepoort, sendo que nove deles foram originalmente preenchidos em 18 de setembro de 1905 pelo avô de Dirk Niepoort, Eduardo.

O vinho foi arrematado em leilão da Acker Merrall & Condit e a estimativa de pré-venda era de US$ 100.000. John Kapon, presidente do leilão, disse que o resultado foi “um testemunho da longevidade desses grandes vinhos e da família que lidera a casa Niepoort por cinco gerações”. Embora o 1863 de Niepoort seja certamente o Porto Vintage mais antigo a ser oferecido nos últimos anos, não é o mais antigo Porto de qualquer tipo que tenha sido oferecido antes e certamente não o primeiro vinho fortificado do século XIX feito em um engarrafamento especial. A Taylor’s, por exemplo, lançou duas edições de “Scion”, um Porto Tawny antigo, começando com um 1855 e seguindo com um 1863, enquanto a Graham’s lançou um Porto Tawny 1882 chamado “Ne Oublie” em 2014.

Da redação

Publicado em 30 de Novembro de 2018 às 17:00


Notícias Vinho do Porto Niepoort Niepoort Vinho mais caro

Artigo publicado nesta revista