Mundovino

“Uma taça de bom vinho une o prazer gastronômico à saúde”, aconselha cientista

Pesquisa recomenda ainda o o uso do queijo e do café para ter uma vida melhor


Segundo pesquisa o vinho é um dos alimentos que mais contribui para a saúde cardiovascular

Uma equipe da universidade de Nápoles Federico II fez uma revisão aprofundada de diversos estudos dietéticos que visavam correlacionar o consumo de determinados alimentos com a diminuição do risco cardíaco.

Foram revistos estudos sobre diversos grupos alimentares como carnes, ovos, peixes, nozes, legumes, cereais, chocolates entre outros, porém, os grandes destaques foram café, queijos e vinhos.

"Muitos séculos de experiência humana nos ensinaram que a longevidade e a qualidade de vida podem ser melhoradas significativamente com o que comemos e bebemos", diz o chefe da pesquisa Dr Gabrielle Riccardi.

Segundo a pesquisa, o consumo de 50 gramas de queijo – ou demais lacticínios – por dia teve um impacto de 18% em menos doenças cardiovasculares. Já o café teve seu maior impacto, de 16%, quando o consumo diário é de três a quatro xícaras, a partir de cinco, destaca a pesquisa, o benefício é nulo.

Já para o vinho duas taças por dia têm o poder de diminuir em 32% (!!!) o risco de doenças cardiovasculares em relação a um abstêmio.

Vinhos e queijos estão entre os alimentos que mais trazem benefícios para a saúde cardiovascular

Riccardi acredita que o álcool tem um efeito vasodilatador que permite que mais sangue chegue aos tecidos periféricos. "Como consequência do aumento do fluxo sanguíneo, uma maior quantidade de insulina atinge as células musculares, aumentando assim a utilização da glicose e reduzindo sua concentração no sangue", disse o pesquisador em entrevista à Wine Spectator. "Além disso, o uso moderado de álcool reduz os níveis de fibrinogênio e fatores de coagulação, bem como marcadores inflamatórios, reduzindo assim o risco de eventos cardiovasculares" finaliza Riccardi.

A pesquisa indica ainda que o consumo seja de vinhos tintos mais encorpados (clique aqui e confira cinco rótulos incríveis), ricos em polifenóis, substância apontada como a responsável pelos benefícios.

“Uma taça de bom vinho é o complemento natural de uma refeição que une o prazer gastronômico à saúde”, aconselha Riccardi.

» 10 dicas que você precisa saber para subir um degrau no mundo do vinho

» Que taça escolher? Há um modelo para cada tipo de vinho

» Quanto custa um vinhedo nos terroirs mais falados da França?

Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

André De Fraia

Publicado em 9 de Agosto de 2021 às 13:35


Mundovino Vinho e saúde Doenças cardiovasculares Vinho Vinho faz bem para a saúde