Revista ADEGA
Busca

Guerra da Ucrânia

Vinhos geram doação para a Ucrânia

Produtores, colecionadores e jornalistas venderam lotes de vinhos para ajudar a população na Ucrânia


A Amitiê é uma organização humanitária que presta ajuda às populações civis
A Amitiê é uma organização humanitária que presta ajuda às populações civis

Ações de auxílio que saem das ideias e do papel são as melhores, principalmente com a guerra na Ucrânia se alongando e o número de refugiados crescendo cada dia mais. Em março deste ano nós noticiamos aqui a iniciativa de arrecadação de fundos do mundo do vinho francês.

O apelo veio em fevereiro, em benefício da associação ucraniana Amitiê, fundada em 2014 após a invasão da Criméia pela Rússia. A Amitiê é uma organização humanitária que presta ajuda às populações civis. Terminadas as vendas dos vinhos, o valor arrecadado foi de 75.868 mil euros. "Fiquei muito satisfeito com a resposta dos meus pares sobre a ajuda prestada à Ucrânia, é um verdadeiro momento cívico", afirmou Laurent Fortin, Cônsul Honorário da Ucrânia e gerente geral do Château Dauzac. O cheque foi entregue na última segunda-feira, dia 9 de maio, na França.  

Os vinhos leiloados através da plataforma eletrônica iDealwine, na primeira quinzena de abril, foram doados por vinícolas, lojistas, colecionadores e jornalistas e formaram 300 lotes de produtos vindos de várias regiões francesas, como Bordeaux, Borgonha, Champagne, Vale do Loire, Rhône etc.  

Todos os vinhos doados foram recebidos no Château Dauzac, em Margaux, para serem posteriormente enviados para os compradores pela plataforma eletrônica. Laurent Fortin disse que as pessoas se engajaram no processo e os lotes obtiveram valores que ultrapassaram as expectativas. Todos os custos de transporte, embalagem e envio também foram absorvidos pelos doadores e organizadores, para que a quantia final doada fosse maior. "Todos doaram também seu tempo e recursos para que a venda fosse um sucesso", resumiu Fortin, afirmando que tem outros projetos para seguir auxiliando o povo ucraniano.

Silvia Mascella Rosa
Publicado em 15/05/2022, às 07h15


Mais Mundovino