Revista ADEGA
Busca

Guerra

Vinícolas de Bordeaux se mobilizam para ajudar a Ucrânia

O cônsul honorário na região está mobilizando o setor


Vinícolas de Bordeaux querem ajudar a Ucrânia

Laurent Fortin, gerente geral do Château Dauzac 

Depois de receber dezenas de telefonemas e mensagens de cidadãos franceses que desejam ajudar os ucranianos, Laurent Fortin, está pedindo para que o setor vitivinícola se mobilize.

» Borgonha: compre enquanto dá

"Vamos precisar de fundos para enviar medicamentos e roupas para a Ucrânia, que ainda enfrenta os rigores do inverno além de tudo", afirmou em entrevista ao portal Vitisphere.

Laurent Fortin é gerente geral do Château Dauzac (um dos Grand Cru Classé em 1855 em Margaux) e tem entrado em contato com instituições, produtores e comerciantes de vinhos da região com o intuito de mobilizar a força dos vinhateiros franceses.

Existem ideias de um leilão de grandes safras em benefício do país atacado entre outras opções: "Teremos que acolher refugiados, ajudar mulheres e crianças enquanto os homens ficam na Ucrânia. Precisamos mostrar que não estamos trancados atrás dos portões de nossos castelos sem fazer nada, como muitos acreditam", declarou Fortin.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui

Silvia Mascella Rosa
Publicado em 02/03/2022, às 16h00


Mais Mundovino