Revista ADEGA
Busca

Aerador, decanter, corta-pingo...

10 acessórios que todo amante de vinho deve ter

Selecionamos ferramentas essenciais para o enófilo ter em casa


Alguns dos acessórios que o todo enófilo aprecia
Alguns dos acessórios que o todo enófilo aprecia

Ser amante de vinhos é reparar nos pequenos detalhes. Detalhes de cor, aroma ou sabor que fazem toda a diferença na hora da apreciação.

Mas para que não haja frustrações na hora de degustar um vinho, é preciso ir além e perceber também o que permeia esse momento.

Logo que abre primeira garrafa de vinho, ou até mesmo antes disso, você já deve ter reparado que, para degustar essa bebida tão distinta, é preciso ter alguns itens para ajudar nas mais variadas funções.

Por exemplo: não dá para apreciar um vinho da maneira correta bebendo em um copo comum. É preciso uma taça que enalteça suas qualidades. Da mesma forma será praticamente impossível abrir um rótulo sem usar um saca-rolhas. E mesmo que tenha um saca-rolhas e uma taça adequada, de nada adiantará se você não tiver o cuidado de armazenar a garrafa num local próprio, longe dos raios do sol e na temperatura correta.

Sendo assim, por que não tomar alguns cuidados básicos? Ter acessórios essenciais em casa é fácil e, acredite, vai ajudar muito na hora de degustar aquele rótulo que você tanto esperou.

Assim, a ADEGA selecionou 10 itens que devem ser vistos como os melhores amigos do enófilo.

1 - Decanter ou Aerador

É uma jarra bojuda em que o vinho descansa por algum tempo (o tempo depende do tipo de vinho), seja para arejá-lo, abrindo o buquê daqueles com aromas mais fechados, ou para ajudar a separar os sedimentos naturais do vinho, no caso de rótulos mais antigos. Para aprender mais sobre ele clique aqui e veja nossa matéria especial.

2 - Adega climatizada

Antes de tudo, é preciso cuidar bem dos seus vinhos. Isso quer dizer que eles devem ficar longe dos raios solares e numa temperatura ideal constante.

10-acessorios-que-todo-amante-de-vinho-deve-ter
Adega climatizada em casa é o jeito mais seguro de preservar seu vinho

O jeito mais seguro de preservar seu vinho é com uma adega climatizada, especialmente se você já tem certa regularidade de consumo e compra novos rótulos todo o mês. Há uma infinidade de modelos, das mais variadas capacidades.

3 - Termômetro

Não quer ter dúvidas de que seu vinho está sendo servido na temperatura certa? Então o melhor a fazer é ter um termômetro em mãos. Existem aqueles que medem a temperatura direto do líquido e outros que são envolvidos na garrafa.

4 - Tampa para espumante

Para manter a pressão e todas as características dos espumantes depois de abertos, use uma tampa para espumantes. É ela que substituirá a rolha.

5 - Malas

Como geralmente são acolchoadas, as malas e maletas de vinho são a melhor opção para o transporte de garrafas, pois evitam que haja o choque e, consequentemente, que elas se quebrem.

10-acessorios-que-todo-amante-de-vinho-deve-ter
As bolsas servem para viagens ou mesmo piqueniques

Estão disponíveis em tamanhos que vão desde as unitárias, para levar a alguma reunião ou restaurante, até aquelas com capacidade para 18 vinhos ou mais, no caso de uma viagem ou uma grande degustação.

6 - Vacuvin ou Coravin

Considerada a melhor forma de manter um vinho, depois de aberto, por mais tempo, ele tira da garrafa todo o ar que entrou e armazena o líquido que restou com um mínimo de prejuízo.

Se você não costuma beber uma garrafa inteira num só dia, esse é um dos acessórios mais importantes, pois ele vai manter a bebida ideal para ser consumida por mais alguns dias.

7 - Taças

á é sabido que a taça errada pode alterar – e muito – o sabor do vinho. Para se ter em casa, o mais indicado é ter um jogo de taças flüte, para espumantes, e outro das taças tipo Bordeaux, que têm haste longa e bojo de base larga e final alongado, que serve bem os diversos tipos de vinho (excluindo-se os espumantes).

10-acessorios-que-todo-amante-de-vinho-deve-ter
Taças, uma para cada estilo de vinho

Em degustações, a taça usada é a chamada ISO (International Standards Organization), que é uma espécie de curinga, pequena e cristalina. A ADEGA tem uma matéria especial sobre os mais variados tipos de taças.

8 - Saca-rolhas

Se você não quer ter susto na hora de abrir um vinho, deve usar um saca-rolhas. Existem os mais simples, mas, se possível, sempre opte pelos de duas fases (como o da foto), com dois pontos de apoio em níveis diferentes que facilitam o manuseio.

Chamados "saca-rolhas de Sommelier" são os mais indicados para quem está começando. Além deles, há os saca-rolhas elétricos, que fazem o trabalho por você, e os estilo pinça, inseridos pelas laterais da rolha, no caso de elas estarem quebradiças. 

Mas se não tiver pode adaptar, confira aqui cinco maneiras bem inusitadas de se abrir uma garrafa de vinho!

9 - Cooler, manta térmica ou balde

Cada tipo de vinho precisa ser servido numa temperatura correta. Então, é sempre bom ter um cooler em casa. Ele resfria a bebida mais rapidamente e, no caso dos digitais, chegam na temperatura exata. Se quiser ser mais simples, o balde de gelo também serve. Encha-o de gelo e coloque um pouco de água também. Já para manter a temperatura ideal da garrafa por mais tempo, use uma manta térmica.

10 - Corta-gotas ou salva-gotas

Essa dupla dinâmica tem papel essencial na hora de servir o vinho. O corta-gotas, além de servir a bebida com mais delicadeza, evita que o vinho respingue ou escorra depois de servido. Já o salva-gotas, uma espécie de colar colocado na garrafa e impede que o líquido do gargalo escorra pela garrafa, danificando o rótulo e manchando a toalha. Mas se acontecer, temos a matéria perfeita para salvar a tragédia, clique aqui e veja como tirar mancha de vinho.

Redação
Publicado em 05/06/2022, às 13h10


Mais Escola do vinho