Chile

5 dicas para aproveitar melhor o Chile

Sugestões de lugares imperdíveis para conhecer no Chile


O Chile coleciona atrações imperdivéis de turismo

O Chile é rico em disversas opções de turismo. Para os amantes de vinho existem inúmeras vinícolas para conhecer. O Vale do Maipo por exemplo é um dos locais que vale uma visita. A região guarda paisagens deslumbrantes e uma das vinícolas mais tradicionais do país. A capital chilena, Santiago também é um ótimo lugar para conhecer um pouco do melhor da vitivinicultura da América do Sul. Além das atrações de enoturismo, separamos 5 visitas obrigatórias para fazer no Chile. Confira!

1. Palácio de La Moneda: é a sede da presidência do Chile e uma das poucas do mundo a ser aberta ao público. Foi nesse prédio que Salvador Allende, então presidente do Chile, morreu após o bombardeio liderado por Pinochet. No subsolo do palácio fica o Centro Cultural Palácio de La Moneda, que abriga exposições e mostras de arte e cinema. Já na praça em frente é possível ver estátuas de todos os presidentes do Chile, com destaque para Allende.

Leia mais:

Vinhos chilenos avaliados pela ADEGA

Dicas para aproveitar o melhor do vinho no Chile

Enoturismo em Santiago e no Vale de Colchagua

 

2. Plaza de Armas: marco zero do Chile e centro histórico de Santiago, é lá que fica a Catedral Metropolitana de Santiago, uma construção de fachada neoclássica construída em 1789 e considerada um monumento nacional. Quando passar pela Plaza, aproveite para fazer uma visita ao Museu Histórico Nacional, que oferece um panorama bem completo da história chilena, com 18 salas e acervo de mais de 1.600 peças. Bem pertinho de lá fica o Museu de Arte Precolombino, dedicado ao estudo e divulgação da cultura pré-colombina na América Latina e considerado um dos mais significativos. São mais de 3 mil artefatos de até 10 mil anos.

3. Cerro San Cristóbal: segundo ponto mais alto de Santiago, perdendo apenas para o Cerro Renca, o San Cristóbal é um morro de 300 metros que fica dentro do Parque Metropolitano, a 880 metros acima do nível do mar, de onde se vê a cidade toda. Indo de carro, a pé ou de bicicleta (o teleférico está desativado atualmente), chega-se até o cume, onde está o Santuario Inmaculada Concepción, com a Estátua de La Virgem, erguida em 1908. Pelo caminho, também é possível fazer uma parada no zoológico, descendo um pouquinho antes do destino final. Além do San Cristóbal, outro cerro que merece destaque é o Santa Lucia, que tem mais de 60 mil m² de área verde e foi onde Pedro de Valdivia fundou a cidade de Santiago de Nueva Extremadura.

4. Casas de Pablo Neruda: Pablo Neruda tinha três casas no Chile: La Sebastiana, em Valparaíso; La Chascona, em Santiago; e Casa de Isla Negra, em San Antonio. Quando estiver na capital, não deixe de visitar a Chascona, a casa erguida em 1953 para sua terceira mulher, Matilde Urrutia. Hoje em dia, o lugar é um museu que recria os ambientes em que Neruda viveu, além de ter coleções de objetos africanos da época em que o poeta seguia a carreira diplomática.

5. Museo Bellas Artes: uma das construções mais bonitas de Santiago, o museu tem detalhes em Art Nouveau e se dedica à exibição de obras de artistas do mundo todo, desde o século XVI até XX.

Veja também:

Carménère: a uva renascida do Chile

+ Onde aproveitar o melhor do vinho no mundo?

Carolina Almeida

Publicado em 21 de Agosto de 2019 às 12:00


Notícias enoturismo viagem dicas de turismo Chile vinho chileno