Mundo Vino

Associação vitivinícola portuguesa pede ajuda para enfrentar a crise

A pandemia derrubou o faturamento das empresas do setor em Portugal em 2020 e ano atual começou desanimador


 

O Word of Wine em Vila Nova de Gaia chegou a operar em 2020 mas está fechado devido à pandemia

A Associação Nacional das Denominações de Origem – ANDOVI – órgão que representa todas as regiões vinícolas portuguesas, fez um pedido formal ao governo do país para ajudar o setor durante a crise provocada pela pandemia de Covid-19.

“Se a situação continuar como está, pode ser um coquetel perfeito para termos aqui uma situação dramática, daqui a uns meses, no setor de vinho”, avisa Francisco Mateus, presidente da ANDOVI.

Segundo o órgão 61% das 1716 empresas ligadas ao vinho em Portugal tiveram quedas nas vendas em 2020, sendo que 361 registraram um tombo superior a 50%. “É imprescindível que o governo olhe para este setor, porque ele está a sofrer com esta situação toda”, completou Mateus.

» Homem é flagrado com vinho contrabandeado pela terceira vez

» Estudo mostra que taninos podem inibir a Covid-19

» O que é o Resveratrol e quais são seus benefícios

Portugal vive o momento mais dramático da crise provocada pela Covid-19. A pandemia, totalmente fora de controle após as festas de final de ano, levou o país ao topo mundial do ranking de infecções e mortes a cada 100.000 habitantes. Especialistas trabalham com um lockdown, vigente no momento e que levou ao fechamento de atrações como o World of Wine em Vila Nova de Gaia - de pelo menos dois meses para assegurar que o vírus possa retrair e a vacinação possa atingir a maior parte da população.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

André De Fraia

Publicado em 15 de Fevereiro de 2021 às 17:00


Notícias Vinho Pandemia Portugal