Mundo Vino

Bordeaux da China

Empresa chinesa perde caso por uso da marca Bordeaux


 

O Conselho Interprofissional do Vinho de Bordeaux (CIVB) venceu um processo contra uma empresa de vinho chinesa por violação de marca registrada no Tribunal Popular da Província de Shandong. No ano passado, o Penglai Yunque Chateau, de Shandong, foi acusado pelo CIVB de violar a marca registrada coletiva “Bordeaux”. 

LEIA MAIS

» Quais são as uvas usadas no blend de Bordeaux?

» Bordeaux: o terroir da excelência

Foi relatado que a empresa estava vendendo produtos vitivinícolas que não eram feitos da região vinícola designada, no entanto, ostentavam rótulos com "Bordeaux", e eram falsamente anunciados como “importados diretamente da região com qualidade garantida”. 

tribunal decidiu que o uso indevido da marca levou à concorrência desleal. Portanto, a CIVB entrou com o processo para interromper a infração e compensar suas perdas. Como resultado, o tribunal declarou que Penglai Yunque Chateau deve à CIVB cerca de R$ 400 mil. 

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

Da redação

Publicado em 7 de Outubro de 2020 às 12:00


Notícias Bordeaux China Vinho

Artigo publicado nesta revista