Catena Zapata celebra 20 anos de parceria no Brasil

Evento serviu para comemorar 20 anos de trabalho entre a importadora Mistral e a Bodega Catena Zapata


Nicolas Catena e Laura CatenaNa noite desta terça-feira, 6 de agosto, em charmoso evento no Jockey Clube de São Paulo, as famílias Lilla e Catena se reuniram para celebrar os 20 anos de trabalho conjunto no Brasil entre Mistral e Bodega Catena Zapata.

Além da celebração da data, Ciro Lilla, presidente da Mistral, enfatizou os recentes reconhecimentos a Nicolás Catena Zapata, que foi agraciado com o Distinguished Service Awards pela revista americana Wine Spectcator e como Man of the Year pela revista inglesa Decanter.

Foi uma das raras vezes em que Nicolás Catena e sua filha e herdeira, Laura Catena, estiveram juntos em um evento fora da Argentina, visto que, com tantos compromissos internacionais, cada um costuma ir para um lugar diferente, otimizando a divulgação de sua marca.

Laura fez um discurso em português com forte homenagem ao Brasil e seu povo, sobre quem ressaltou a "hospitalidade e cordialidade inigualáveis". Ela utilizou uma passagem com seu filho Luca que, muito novinho, disse-lhe haver decidido o que queria ser quando crescer: "Mãe, quero ser um jogador de futebol brasileiro". Diante dos risos, ela usou isso para ilustrar o fato de que seus filhos já nasceram numa era livre de antagonismo entre argentinos e brasileiros e onde o crescimento de importância mundial do Brasil é motivo de orgulho para a América Latina.

Nicolás foi um homem que, nos Estados Unidos, inspirou-se na ousadia dos americanos em confrontar a hegemonia francesa e acreditou que a Argentina também poderia se tornar um player de destaque no mundo, sobretudo a partir de seus terroirs mais altos de Mendoza. Nesta noite de celebração, portanto, dedicou a homenagem e os prêmios recebidos "ao terroir, sobretudo o microterroir de altitude de nossos vinhedos". O desafio aos franceses hoje é a concordância com eles em que "a qualidade do vinho é dada pelo terroir" e a certeza de "que nada pode ser feito pelo ser humano que não tenha sido dado pela natureza".

Durante a festa foram degustados alguns dos vinho ícones da casa dentre os quais destacam-se: Catena Alta Chardonnay 2010, Caro 2009 e Catena Zapata Malbec Argentino 2008.

Jantar de celebração dos 20 anos de Catena na Mistral

Da redação

Publicado em 7 de Agosto de 2013 às 17:20


Notícias catena zapata mistral laura nicolas