Mundo Vino

Champagne para todos os sentidos

Krug cria projeto para “traduzir” Champagne em música


 

Há algum tempo, a casa de Champagne Krug desenvolve o chamado “Krug Echoes”. É um projeto para converter Champagnes específicos em peças musicais. Nesse meio tempo, a Krug também criou uma experiência de emparelhamento de música “3D” para seus visitantes.

LEIA MAIS

» Champagne Krug tem trilha sonora de Bossa Nova feita por músicos franceses

» Krug, vinícola francesa com sangue alemão

Desde 2014, artistas como a dupla Grand Soleil, o compositor americano Kris Bowers, o músico belga Ozark Henry, o cantor Gregory Porter e o duo de violino e piano Hugo & Vincent criaram trilhas sonoras para a Krug Grande Cuvée (seu rótulo mais “básico”) e também seus vintage.

Olivier Krug, diretor da empresa, diz que a música é uma linguagem universal. “Existem 1.000 palavras no vocabulário do vinho e também existem as mesmas 1000 palavras no vocabulário da música”.

Os compositores são convidados pela Krug para falar com o painel de degustação da casa e recebem algumas informações sobre a safra ou a composição de um Grande Cuvée em particular. Eles então colocam sua própria interpretação nos Champagnes. Muitos não sabem nada sobre a bebida como Grand Soleil, por exemplo, que compôs o ritmo para a safra 2004. Kris Bowers procurou contar a história da safra ao compor músicas para 2006, descritas por Krug como “um ano nervoso” de reviravoltas relacionadas ao clima.

Em 2017, o painel de degustação de seis pessoas de Krug trabalhou com acadêmicos do instituto de pesquisa musical IRCAM para criar uma experiência imersiva para os visitantes. Semiologistas foram consultados sobre como “traduzir” palavras como cítricos, elegância, madurez e especiarias em música. Além disso, no site da Krug basta você digitar o código de identificação no rótulo da garrafa e encontrará os pares de músicas para o Champagne específico. “Eu acredito fortemente nisso. Isso muda completamente a maneira de provar e é explicado pela ciência”, diz Olivier Krug.

Vários estudos acadêmicos encontraram evidências de pessoas associando estilos musicais e efeitos sonoros específicos a aromas e características de vinho, mas essa ainda é uma área de estudo pouco aprofundada.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

Da redação

Publicado em 10 de Outubro de 2020 às 15:00


Notícias Champagne Krug Música

Artigo publicado nesta revista