Chineses vão investir pela primeira vez na região de Languedoc

Uma propriedade de Corbiére, em Languedoc, será a primeira propriedade na região a ser comprada por capital chinês


Foto aérea do Château La Bastide, em Languedoc. 

Fonte: Winesearcher.com 

Uma vinícola de Languedoc, na França, vai ser a primeira propriedade na região a ser comprada por um grupo chinês de investimentos. O grupo, chamado de BHC International Wine Assets Management, será o mais novo proprietário do Château La Bastide, uma das vinícolas da região.

Château La Bastide

A propriedade possui mais de 60 hectares de área fértil, onde são produzidos os vinhos AOC Corbières and IGP Pays d'Oc. A venda só vai ser concluída no começo de 2015, já que o grupo chinês espera a aprovação da Safer, organização da França responsável pela regulamentação de todas as vendas de propriedades da agricultura.

Roland Traver, funcionário da Safer, declarou que após muitas tentativas frustradas de compras pelos chineses, essa pode realmente ser bem sucedida. “Esse projeto de compra tem como objetivo levar mais vinhos de Languedoc para a China, mas segundo os compradores a produção local será mantida assim como os funcionários da vinícola. Além disso, eles planejam investir mais na parte turística do local”, declarou Traver.

Segundo os produtores, esse investimento é visto positivamente por todos. O consultor de vinhos Adam Dakin comentou a compra: “A economia local vai ser acelerada com esse investimento. Além disso, haverá um desenvolvimento de outros vinhos e a procura por outras variedades”. 

Da redação

Publicado em 9 de Dezembro de 2014 às 15:16


Notícias Languedoc compra chineses la bastide