Revista ADEGA
Busca

O Falso simples

Conheça o vinho brasileiro mais bem pontuado do Guia Descorchados 2022. Spoiler, ele nasce em Minas Gerais!

Trata-se de um Syrah feito pelas mãos de Alejandro Cardozo e com muita logística envolvida


Conheça o vinho brasileiro mais bem pontuado do Guia Descorchados 2022. Spoiler ele é de Minas Gerais!

Alejandro Cardozo quando recebeu o prêmio de enológo do ano

A mais nova edição do Guia Descorchados, do jornalista chileno Patricio Tapia, será lançada semana que vem em São Paulo e no Rio de Janeiro. Entre muitas novidades, o formato renovado: um box com três volumes recheados de dicas, comentários e as avaliações de rótulos da Argentina, Chile, Uruguai e Brasil. Para a edição de 2022 foram mais de 4 mil vinhos provados, vindos de 230 vinícolas argentinas, 223 chilenas, 35 vinícolas uruguaias e 35 brasileiras. O Brasil, aliás, chega ao Guia com uma quebra de hegemonia que promete chamar a atenção: o vinho brasileiro mais bem pontuado não é gaúcho! Para falar sobre isso, ADEGA conversou com o enólogo responsável por esse vinho, Alejandro Cardozo, eleito na edição 2021 como melhor enólogo do ano.

» 10 vinhos brasileiros que você precisa conhecer

O vinho, que recebeu 93 pontos na avaliação do Guia Descorchados, é o SACRAMENTOS SABINA SYRAH 2021, da Vinícola Sacramentos Vinifer, cujos vinhedos estão na Serra da Canastra (MG). Ele ilustra muito bem os movimentos que a moderna vitivinicultura brasileira está executando na busca pela consolidação da qualidade. A empresa familiar é de São Paulo, mas escolheu cultivar seus vinhedos em Minas Gerais (onde o sistema de dupla poda e colheita de inverno está bem consolidado), as uvas são levadas para o Rio Grande do Sul para a vinificação pelas mãos de um enólogo uruguaio. Simples não é, certo?

"É o falso simples em mais de um sentido" diz o enólogo Alejandro Cardozo, proprietário da EBV- Urban Winery em Caxias do Sul. A logística incluiu um caminhão refrigerado e dois motoristas, para que as uvas chegassem o mais rápido possível na vinícola. Em 2021 a temperatura externa também ajudou, pois a carga chegou na EBV sob a neve de julho na Serra Gaúcha.

Alejandro contou que o mérito do produto começou no direcionamento dado pelos proprietários da Vinifer, que vieram, ao longo dos anos em que aguardaram o vinhedo ser implantado e produzir, degustando centenas de garrafas de Syrah de todas as partes do mundo, até elegerem um estilo que lhes agradava e conversarem com o enólogo para saber se era possível fazer um vinho assim. "Para conseguir o que eles queriam, precisamos colher as uvas não pelo grau de açúcar, como usualmente se faz, mas sim pelo equilíbrio entre a acidez e o pH. E isso enfrentou a resistência de algumas pessoas, que preferiam deixar a uva no campo por mais tempo. Eu bati o pé e disse que para conseguir o estilo que queriam, a uva não poderia passar do ponto", conta Alejandro.

Conheça o vinho brasileiro mais bem pontuado do Guia Descorchados 2022. Spoiler ele é de Minas Gerais!

O Sabina Syrah 2021 recebeu 93 pontos no Guia Descorchados 2022

O conceito de Syrah que a empresa buscava era elegante, menos extraído, mais delicado e 'fácil' de beber. A esse conceito de “fácil de beber” Patrício Tapia dá o nome de “vinho de sede”, como aparece no texto do Guia. Os franceses dão a isso o nome de vin de soif'. "As uvas chegaram lindas e muito sadias na vinícola e decidi colocá-las em três tanques diferentes, em cada um 66% das uvas foram inteiras (o cacho todo) e 33% foram apenas os grãos. Cada tanque recebeu uma levedura diferente e nada de excesso de extração. Quando a fermentação terminou, estabilizamos, descansamos e engarrafamos, sem madeira sem nada, contando apenas com a estrutura tânica da uva e dos engaços", explica o enólogo. Segundo ele, a família está satisfeita com o resultado, que respeitou os desejos deles nesse primeiro vinho do projeto, que será seguido por um Sauvignon Blanc, cuja colheita ocorrerá no inverno deste ano.

Patrício Tapia escreveu, ainda, que o vinho é cheio de frutas, flores, com corpo médio e taninos macios, "para se beber aos litros". Alejando Cardozo, fica feliz com o comentário, pois esse é o seu primeiro vinho feito com uvas de colheita de inverno e acredita que quando a qualidade da uva é boa, não importa em qual época do ano ela é colhida: "Importante é pensarmos, como fez a Vinifer, em estilos mais modernos, mais elegantes, menos intervencionistas, principalmente quando temos matéria-prima boa nas mãos", comenta.

Aqui em ADEGA, a gente lembra da frase atribuída ao gênio (bebedor de vinhos) Leonardo da Vinci: "A simplicidade é o mais alto grau de sofisticação".

O Guia Descorchados 2022 terá lançamento – com degustação – em São Paulo e no Rio de Janeiro. Para mais informações de como participar do evento e adquirir o seu exemplar, clique aqui.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui

Silvia Mascella Rosa
Publicado em 10/03/2022, às 16h00


Mais Mundovino