No vinho, a verdade. Em Adega, a confiança.


Falar de vinho é entusiasmar-se e nutrir-se do mesmo sentimento dos grandes amores, das grandes paixões. E toda paixão traz implícita uma entrega, uma dedicação, que só ocorre em sua plenitude se embebida em confiança. Esta confiança, essa credibilidade, é o que procuramos oferecer em ADEGA, para que você mergulhe seguro em sua paixão pelo vinho.

Todos os vinhos resenhados aqui são avaliados exclusivamente pelos editores de ADEGA, que têm sua expertise formada em anos de trabalho de reconhecida qualidade no mercado de vinhos. Somos totalmente independentes, não prestamos nenhum tipo de consultoria a produtores, importadores, lojistas etc. Seguimos padrões de degustação internacionalmente aceitos para dar nossa opinião, que será sempre sincera e buscando uma linguagem didática e acessível.

Portanto, amigo(a) leitor(a), abrace o vinho com tranqüilidade e paixão, pois nossa bebida predileta é um caminho cheio de descobertas, emoções, conhecimentos, prazeres sensoriais e filosóficos, físicos e metafísicos. Nós, em ADEGA, apenas apontamos a direção.

Em nossa matéria de capa deste mês, olhamos para o futuro e destacamos quais regiões e uvas estão despontando para a fama. Além disso, ousamos harmonizar um jantar baseado apenas em vinhos longamente amadurecidos em barris de carvalho. O resultado, que você pode ler em Enogourmet, foi simplesmente sensacional! Você também pode conferir a evolução do Douro, região portuguesa que já nos proporciona uma longa lista de grandes vinhos de mesa; aprender mais sobre taças, sobre Cognac, o rei dos destilados, que combinará bem com uma lareira e um charuto neste Inverno, e ler uma entrevista com uma das mulheres mais importantes do mundo do vinho, Serena Sufcliffe, diretora da casa leiloeira Sotheby's.

Boa leitura e boa degustação!
Marcelo Copello

Da redação

Publicado em 29 de Junho de 2006 às 12:15


Editorial

Artigo publicado nesta revista