Novos negócios

Principal novidade da Expovinis 2013 foi sua venda e as possibilidades futuras. ADEGA aproveitou para selecionar 100 grandes vinhos entre os milhares apresentados


Este ano, o grande negócio na Expovinis não foi nenhum contrato de venda de vinhos, mas sim a venda da própria feira. Ela foi comprada pela SIAL Brazil Feiras Profissionais, numa joint-venture entre a BTS Informa e o grupo francês Comexposium.

Com a compra, a Expovinis ganha a expertise dessas empresas, que no Brasil promovem a Fispal Food Service e também a SIAL Brazil, posicionada como uma vitrine internacional de alimentos e bebidas. "A Expovinis, em 2014, continua sendo realizada em abril e se manterá independente, não sendo incorporada à Fispal", garantiu Marco Basso, CEO do Informa Group.

A experiência do SIAL com foco no profissional certamente orientará os rumos da nova Expovinis, que sempre foi cobrada por uma definição mais clara se era uma feira para profissionais ou para consumidores finais. Com o tempo, essa indefinição e a fatídica edição na Bienal acabaram por afastar grandes importadores e levar a feira a se tornar um ponto obrigatório para os estandes de países e produtores em busca de importadores. Aliás, Basso também ressaltou que esse foco nos players internacionais e não nos importadores continua sendo a estratégia principal nessa nova etapa.

Não resta dúvida de que a Expovinis cai como uma luva para o desenvolvimento do SIAL Brazil, e que os dois novos proprietários da feira têm a experiência e força necessárias para imprimir um novo impulso ao evento. Apesar disso, toda mudança representa terreno fértil para dúvidas, que alguns convertem em oportunidade. Logo após o anúncio da compra, alguns grupos já se articulavam para questionar qual seria a viabilidade de um novo evento, consultando possíveis adesões. Para todos os efeitos, aos visitantes que lá passaram ficou a experiência de uma feira bem organizada e de suma importância para o segmento, sem dúvida o maior evento de vinhos do Brasil.

No âmbito de ADEGA, nosso estande continuou sendo um tradicional ponto de encontro para parceiros, produtores e assinantes, um local para conversar e apresentar vinhos e, acima de tudo, a base a partir da qual nossa equipe de degustadores percorria toda a feira, degustando mais de 450 vinhos para selecionar os destaques que já se encontram no Brasil e aqueles que buscam importadores. Confira nosso TOP 100 da Expovinis nas páginas a seguir.

Espumantes

AD 88 pontos
ABREU GARCIA ROSÉ BRUT 2011
Abreu Garcia, Santa Catarina, Brasil (R$ 35). Novíssima vinícola do planalto catarinense, tem neste espumante rosado duas uvas tintas (Merlot e Cabernet Sauvignon) em agradável harmonia e sem excessos. Fresco e bem feito, tem boa permanência em boca. SMR

AD 91 pontos
CHAMPAGNE CHARLES COLLIN SELECTION
Charles Collin, Champagne, França (Sem importador, preço ex-cellar ? 12). Cativantes aromas florais, com toques frutados e de pão tostado. Elevada acidez, equilíbrio, corpo e persistência. Muito bom. VS

AD 90 ponto
CHAMPAGNE LOMBARD & CO BRUT GRAND CRU
Lombard & Medot, Champagne, França (Sem importador, preço ex-cellar ? 18). Aromas de frutas cítricas e tropicais, completados por toques de fermento e leveduras. Em boca, apresenta sabor que lembra maçã, com alta acidez, boa estrutura e cremosidade. VS

AD 91 pontos
CHAMPAGNE LOMBARD & CO BRUT GRAND CRU MILLÉSIME 2008
Lombard & Medot, Champagne, França (Sem importador, preço ex-cellar ? 18). Aromas de frutas cítricas, completados por toques de fermento, leveduras e manteiga. Em boca, apresenta sabor que lembra maçã, com alta acidez, boa estrutura e corpo. VS

AD 89 pontos
MARQUÊS DE MARIALVA BLANC DE NOIR 2011
Adega de Cantanhede, Bairrada, Portugal (Santar R$ 35). Best-buy surpreendente. Aromas elegantes de brioche, com toques cítricos de limão e frutas silvestres. Ótima acidez e bom corpo. VS

AD 88 pontos
PIZZATO BRUT ROSÉ 2012
Pizzato Vinhas e Vinhos, Vale dos Vinhedos, Brasil (R$ 48) . 82% de Pinot Noir e 12% de Chardonnay deixam este rosé de bela coloração rosado antigo e com aromas delicados, que lembram amoras frescas. A boca é límpida e crocante, muito agradável e saboroso. SMR

AD 89 pontos
PONTO NERO BLANC DE BLANCS GOLD CHARDONNAY

Domno, Garibaldi, Brasil (R$ 95). Charmat longo, com 18 meses sobre as leveduras, tem borbulhas miúdas, é muito aromático com o frutado bem presente e o processo longo deixa o sabor mais complexo e elegante. SMR

Brancos

AD 89 pontos
ACORDES CHARDONNAY 2012
Garibaldi, Garibaldi, Brasil (R$ 85). Primeiro Chardonnay da nova linha Acordes da cooperativa, tem ligeira passagem por madeira que não chega a encobrir a fruta, que é saborosa e fresca, no aroma e na boca. Está muito jovem e deve evoluir ainda. SMR

AD 88 pontos
ALCESTI GRILLO 2011
Alcesti, Sicília, Itália (Sem importador, preço ex-cellar ? 4). Branco 100% Grillo. Muito aromático, apresenta notas de frutas cítricas e florais. Tem acidez refrescante, corpo leve e longa persistência. HSK

AD 89 pontos
AURORA PINTO BANDEIRA CHARDONNAY 2012
Aurora, Bento Gonçalves, Brasil (R$ 35). A nova safra do vinho de terroir único da cooperativa chega ao mercado perfumada, intensa, fresca e muito bem cuidada. Um vinho branco complexo e saboroso, que convida ao próximo gole. SMR

AD 91 pontos
CHÂTEAU MONTELENA CHARDONNAY 2010
Château Montelena, Califórnia, Estados Unidos (Smart Buy Wines R$ 349). Amarelo dourado, aroma de frutas tropicais, acidez alta, estrutura encorpada, presença de madeira bem equilibrada, persistência longa. O mito se justifica. HSK

AD 88 pontos
DAVID DUVALLET MUSCADET SÈVRE ET MAINE
David Duvallet, Loire, França (Sem importador, preço ex-cellar ? 4). Cativantes aromas florais e de frutas tropicais, tais como manga e maracujá, com toques cítricos discretos. Apresenta boa acidez e corpo leve, sedoso. VS

AD 89 pontos
DAVID DUVALLET MUSCADET SÈVRE ET MAINE VIEILLES VIGNES 2011
David Duvallet, Loire, França (Sem importador, preço ex-cellar ? 5). Aromas delicados de flores do campo e frutas tropicais, tais como melão e toranja. Boa acidez e corpo leve/médio, sedoso. VS

AD 88 pontos
DOISPONTOCINCO FONTE CAL 2011
Dois.cinco, Beira Interior, Portugal (Sem importador, preço excellar ?$ 3,90). Delicioso branco elaborado com a uva Fonte Cal, rico em mineralidade, com toque cítricos e amadeirados. Apresenta ótima acidez e corpo levemente estruturado. VS

AD 90 pontos
DOMAINE DES CLAIRNEAUX SANCERRE 2012
Jean Marie Berthier, Loire, França (Sem importador, preço excellar ? 8,50). Fresquíssimos aromas herbáceos, completados por frutas como kiwi e laranja. Muito boa acidez e corpo leve. Vinho agradabilíssimo. VS

AD 89 pontos
DOMAINE DE MONTBENOIT 2012

Jean Marie Berthier, Loire, França (Sem importador, preço ex-cellar ? 6,50). Delicados aromas cítricos que lembram laranjas, com toque herbáceos, de grama cortada. Em boca, apresenta elevada acidez e corpo leve. Muito elegante. VS

AD 89 pontos
ÉS VINO SAUVIGNON BLANC 2012

És Vino, Mendoza, Argentina (Sem importador, preço ex-cellar US$ 3,50). Aromas de frutas brancas e cítricas maduras, típicas notas herbáceas, florais e minerais. Em boca, é frutado, estruturado, equilibrado, tem boa tipicidade, acidez refrescante e final persistente e sápido. Muito gostoso e gastronômico. EM

AD 92 pontos
FRONTAURA VERDEJO 2011
Frontaura, Toro, Espanha (Domno R$ 195). Linda cor amarelo-palha de reflexos esverdeados e aromas de frutas brancas e tropicais maduras permeados por notas florais, de frutos secos, de baunilha e de mel. Em boca, a madeira está bem integrada realçando a fruta de ótima qualidade e aportando estrutura e volume de boca ao conjunto, tudo envolto por uma deliciosa acidez e um final persistente. Um grande branco, que está bom agora, mas vai ficar ainda melhor nos próximos 5/10 anos. EM

AD 87 pontos
LUZON BLANCO 2010
Bodegas Luzon, Jumilla, Espanha (Sem importador, preço ex-cellar ? 2,40). 100% Macabeo, com 12,5 % de álcool. Frutas cítricas, acidez, corpo e persistência médios. Um vinho muito fresco, com fermentação parcial em barrica. HSK

AD 88 pontos
MARQUÊS DE MARIALVA ARINTO RESERVA 2011

Adega de Cantanhede, Bairrada, Portugal (Santar R$ 20). Vinho branco gastronômico, seco, com delicada estrutura e elevada acidez. Apresenta aromas de maçã, pera e toques de baunilha. VS

AD 89 pontos
ORCHIDEA 2012
Bodega Inurrieta, Navarra, Espanha (B-Cubo R$ 55). 100% Sauvignon Blanc. Aromático, frutado, alta acidez, corpo leve, longa persistência. Surpreendente. Fresco e gostoso. HSK

AD 91 pontos
ORCHIDEA CUVEE 2011
Bodega Inurrieta, Navarra, Espanha ( B-Cubo R$ 170). 100% Sauvignon Blanc. Passa oito meses em barricas de carvalho. Aromático, frutado e com toques amanteigados. Alta acidez, corpo médio, longa persistência. Faz lembrar os brancos com madeira da região de Bordeaux. Fantástico. HSK

AD 90 pontos
PACO & LOLA ALBARIÑO 2010
Paco & Lola, Rías Baixas, Espanha (Almería R$ 99). Muito frutado, alta acidez, corpo médio, longa persistência e com muito frescor. Vinhas de mais de 40 anos de idade. HSK

AD 88 pontos
QUINTA DO CASAL BRANCO - BRANCO 2011
Quinta do Casal Branco, Tejo, Portugal (Tahaa R$ 49). 100% Fernão Pires, sem passagem por madeira. Aromas de frutas brancas e tropicais maduras permeados por notas florais e minerais. Em boca, é frutado, equilibrado, tem boa acidez e final gostoso e suculento, pedindo mais um gole. EM

AD 89 pontos
QUINTA DO SEIVAL ALVARINHO 2012
Miolo Wine Group, Seival Estate, Campanha Gaúcha, Brasil (R$ 55). 100% Alvarinho, com fermentação e estágio em barricas de carvalho. Aromas agradáveis de frutas brancas e de caroço maduras, envoltos por notas florais, minerais, especiadas e de frutos secos. No palato, confirma o estilo de fruta mais madura encontrado no nariz, é estruturado, equilibrado, tem acidez vibrante, bom volume de boca e final persistente e agradável. EM

AD 91 pontos
ROYAL PALMEIRA LOUREIRO 2009
Ideal Drinks, Minho, Portugal (Ideal Drinks R$ 160). Linda cor amarelopalha de reflexos esverdeados. Aromas de frutas brancas e tropicais maduras envoltos por notas florais, minerais e defumadas. Em boca, surpreende pela profundidade e equilíbrio do conjunto, e frutado, estruturado, tem acidez refrescante, bom volume de boca e final persistente e elegante. EM

AD 89 pontos
TUKMA TORRONTÉS RESERVA 2012
Bodega Tukma, Salta, Argentina (Sem importador, preço ex-cellar US$ 3,50). Aromas de frutas brancas e de caroço lembrando lichias e pêssegos, notas florais, herbáceas e minerais. No palato, é frutado, estruturado, redondo, tem bom equilíbrio entre acidez e doçura e final médio e suculento. Muito gostoso de beber. EM

AD 88 pontos
VERMENTINO POGGIO DEL SASSO IGT 2011
Cantina de Montalcino, Toscana, Itália (W&W Wine R$ 57). Vermentino sem passagem por madeira. Aromas de frutas brancas e cítricas maduras permeados por notas florais, herbáceas e minerais. No palato, é frutado, estruturado, equilibrado, tem acidez refrescante, bom volume de boca e final médio e agradável. Limpo e muito gostoso de beber. EM

Roses

AD 88 pontos
IPINK 2012
Château d'Escarelle, Provença, França (Sem importador, preço ex-cellar ? 3,65). Delicioso e refrescante rosé de cor rosa pálida e aromas florais, cítricos e de frutas vermelhas frescas, tais como morangos e cerejas. Apresenta alta acidez e corpo leve/médio. VS

AD 89 pontos
MAQUIS ROSÉ 2012
Viña Maquis, Vale do Colchagua, Chile (Sem importador, preço ex-cellar US$ 5,50). 100% Malbec. Linda cor rosa-salmão e aromas de frutas vermelhas frescas, envoltos por notas florais, herbáceas e minerais. Em boca, é frutado, suculento, tem acidez refrescante e final médio e agradável. Surpreende pela madeira bem integrada, equilíbrio e qualidade da fruta. EM

AD 88 pontos
VILLAGGIO BASSETTI ROSÉ 2012

Villaggio Bassetti, São Joaquim, Brasil (R$ 42). Rosado elaborado com 2/3 de Pinot Noir e 1/3 de Merlot. Aromas delicados de frutas vermelhas frescas, notas florais, minerais e herbáceas. Em boca, é frutado, equilibrado, tem boa acidez e final médio e agradável. Surpreende pelo estilo delicado, que mostra o cuidado na vinificação. Com certeza, um dos melhores rosados do Brasil atualmente. EM

Tintos

AD 90 pontos
ALMA DE LUZON 2005
Bodegas Luzon, Jumilla Espanha (Sem importador, preço ex-cellar ? 20). 70% Monastrell, 20% Cabernet Sauvignon, 10% Syrah. Aromas de frutas vermelhas e negras predominantes com toques de chocolate. Boa complexidade. Apesar de ser 2005, ainda é jovem e deve melhorar bastante com o tempo. Acidez alta, estruturado e encorpado, taninos marcantes e persistência longa. HSK

AD 88 pontos
ALFARAZ TOURIGA NACIONAL 2
Henrique Uva, Alentejo, Portugal (Sem importador, preço ex-cellar ? 7). Vinho de corpo médio, excelente acidez e taninos firmes. Os aromas são de frutas vermelhas maduras, com toques herbáceos e de especiarias. Ainda pode evoluir. VS

AD 90 pontos
ALGODON MALBEC 2010
Algodon Wine States, San Rafael, Mendoza, Argentina (Só Malbec R$ 80). 100% Malbec. Aromas de frutas negras mais frescas envoltos por notas florais e de especiarias doces, e toques tostados. No palato, é frutado, estruturado, tem gostosa acidez, ótima textura e final suculento. Surpreende pelo frescor e elegância. EM

AD 90 pontos
BRANCA DE ALMEIDA 2004
Herdade dos Coelheiros, Alentejo, Portugal (Mistral US$ 87,50). Tinto encorpado, com boa acidez e taninos finos. A palheta aromática é ampla e mescla frutas negras tais com amora, ervas, pimenta preta, cedro e café. VS

AD 90 pontos
BONS VENTOS TINTO 2010
Casa Santos Lima, Lisboa, Portugal (Cantu R$ 32). Castelão, Camarate, Tinta Miúda e Touriga Nacional. Aromas de frutas negras e vermelhas mais maduras, notas florais, herbáceas e defumadas. No palato, é muito frutado, tem boa acidez, taninos macios e final médio. Direto e gastronômico, é muito gostoso de beber. EM

AD 90 pontos
BORDON RIOJA CRIANZA 2008

Bodega Franco Espanhola, Rioja, Espanha (Sem importador, preço excellar ? 3,20). 100% Tempranillo. Ótimo equilíbrio. Longa persistência. Surpreendente. Alta acidez, corpo médio/encorpado, taninos marcantes, porém macios e final persistente. HSK

AD 89 pontos
CALA 1 2009

Bodega Tinedo, La Mancha, Espanha (Domno R$ 67). Tinto elaborado a partir de uvas 75% Tempranillo, 20% Syrah e 5% Cabernet Sauvignon, sem passagem por madeira, mas com estágio em tanques de cimento sem revestimento epóxi. Apresenta aromas de frutas negras mais maduras e notas florais, herbáceas e especiadas. Em boca, surpreende pelo frescor e qualidade da fruta, equilibrado, taninos macios, boa acidez e final persistente. Muito gostoso de beber. EM

AD 89 pontos
CAVATINA PRIMITIVO IGT 2010
Schenk, Puglia, Itália (Obra Prima R$ 32). Nariz de frutas vermelhas e negras maduras, bem como notas florais, defumadas e de mentol. Em boca, é frutado, limpo, redondo, fresco, tem boa acidez, taninos maduros e final médio. Fácil e gostoso de beber. EM

AD 89 pontos
CHÂTEAU ARNAUD PETIT BORDEAUX 2006

Vignobles Garzaro, Bordeaux, França (Sem importador, preço ex-cellar ? 2,90). 80% Merlot, 10% Cabernet Franc, 10% Cabernet Sauvignon, sem passagem por madeira. Acidez, corpo, taninos e persistência médios. Fácil de beber e final agradável. HSK

AD 87 pontos
CHÂTEAU DE LA ROQUE 2011
Château de la Roque, Bordeaux, França (Sem importador, preço ex-cellar R$ 3,95). Aromas de frutas vermelhas e negras, com destaque para cerejas e groselhas, e toques herbáceos. Possui corpo médio, acidez vibrante e taninos novos. VS

AD 91 pontos
CHÂTEAU ELISSE POMEROL 2008
Vignobles Garzaro, Bordeaux, França (Sem importador, preço ex-cellar ? 14). 90% Merlot, 10% Cabernet Franc. Aromas de frutas vermelhas com toques defumados de chocolate. Complexo. Alta acidez, corpo médio, taninos marcantes e perceptíveis, mas muito finos. Longa persistência. Grande vinho. HSK

AD 92 pontos
CHÂTEAU FERRON POMEROL 2008
Vignoble Garzaro, Bordeaux, França (Sem importador, preço ex-cellar ? 18). 90% Merlot e 10% Cabernet Franc. Vinhas velhas, entre 40 a 50 anos. Aromas de frutas vermelhas, notas defumadas, chocolate. Complexo e elegante. Alta acidez, corpo médio/encorpado, taninos marcantes, bom equilíbrio e persistência longa. Surpreendente. Decantar entre duas a três horas antes de servir. Grande vinho. HSK

AD 88 pontos
CHÂTEAU GOBERT 2011
Château Gobert, Bordeaux, França (Sem importador, preço ex-cellar ? 3,65). Aromas de frutas vermelhas e negras, com toques de especiarias (pimenta) e madeira tostada. Em boca, apresenta boa acidez, é bem encorpado e com taninos novos. VS

AD 92 pontos
CLOS PONS 809 2009
Clos Pons, Catalunha, Espanha (Sem importador, preço ex-cellar ? 20). Marcelán 100%. A Série 809 é uma edição limitada de 800 garrafas da safra 2009. Frutado, com notas balsâmicas e minerais, é muito elegante. Ótimo, muito bem equilibrado. Alta acidez, encorpado, com taninos marcantes, porém muito elegantes. É uma combinação perfeita entre potência e elegância. HSK

AD 91 pontos
CORTES DE CIMA TOURIGA NACIONAL 2007
Cortes de Cima, Alentejo, Portugal (Adega Alentejana R$ 198). Nariz com frutas negras maduras, típicas notas florais e de especiarias doces. No palato, é frutado, estruturado, equilibrado, tem boa acidez, ótima textura e final longo e suculento. Surpreende pela harmonia e elegância do conjunto. EM

AD 88 pontos
CROIX DE LAGORCE 2009

Croix de Lagorde, Bordeaux, França (Sem importador, preço ex-cellar ? 6). Aromas de frutas negras maduras, tais como ameixas e amoras, acrescidos de toques de café. Apresenta boa acidez, corpo médio e taninos elegantes. VS

AD 92 pontos
DNA 99 2008
Pizzato Vinhas e Vinhos, Vale dos Vinhedos, Brasil (R$ 120). A nova safra do DNA da Pizzato tem excelente aroma de frutas, madeira e especiarias num excelente conjunto harmônico. Sabores complexos e elegantes, com taninos envolventes e belo corpo. Um belo vinho, para beber e guardar. SMR

AD 88 pontos
DOMAINE DE SAINT ENNEMOND BEAUJOLAIS VILLAGES 2012
Domaine de Saint Ennemond, Beaujolais, França (Sem importador, preço ex-cellar ? 7). Vinho leve, fácil de beber, com aromas de frutas vermelhas e toques herbáceos. Corpo delicado, taninos levinhos e boa acidez. VS

AD 88 pontos
DOMAINE DE SAINT ENNEMOND BROUILLY VIEILLES VIGNES 2012
Domaine de Saint Ennemond, Beaujolais, França (Sem importador, preço ex-cellar ? 9). Delicioso. Muito fácil de beber devido ao equilíbrio e leveza. Sabores e aromas de frutas vermelhas, com boa acidez e taninos discretos. VS

AD 88 pontos
DOMAINE DE SAINT ENNEMOND MOULIN À VENT VIEILLES VIGNES 2012
Domaine de Saint Ennemond, Beaujolais, França (Sem importador, preço ex-cellar ? 14). Muito elegante, este Beaujolais pode envelhecer ganhando complexidade e reservando surpresas. Tem ótima acidez, com fruta de muito boa qualidade e especiarias. VS

AD 89 pontos
DONA ERMELINDA RESERVA 2010

Casa Ermelinda Freitas, Palmela, Portugal (Orion R$ 49). Blend com predominância de Castelão. Aromas de frutas negras maduras, quase em compota, notas florais, de especiarias doces e tabaco. No palato, é frutado, estruturado, suculento, tem madeira bem integrada, taninos maduros, boa acidez e final médio/longo e agradável. EM

AD 93 pontos
ENCLAVE 2010

Viña Ventisquero, Maipo Alto, Chile (Cantu R$ 380). 86% Cabernet Sauvignon, 7% Petit Verdot, 5% Carménère e 2% Syrah. Aromas complexos de cerejas, ameixas e cassis maduros, notas florais, herbáceas e de especiarias picantes, além de toques tostados, de tabaco e de grafite. No palato, impressiona pela estrutura monolítica, pela fruta de ótima qualidade, pelos taninos finíssimos e pelo final vertical e profundo, tudo envolto por uma acidez elétrica e vibrante, que traz vida e equilíbrio ao conjunto. EM

AD 90 pontos
ÉS VINO CABERNET SAUVIGNON RESERVE 2011
És Vino, Mendoza, Argentina (Sem importador, preço ex-cellar US$ 5,60). Aromas de frutas vermelhas mais frescas, permeados por notas florais, tostadas e especiadas, além de típicos toques de mentol e eucalipto. No palato, é frutado, suculento, redondo, tem ótima estrutura tânica, acidez refrescante e final persistente. Surpreende pelo estilo que privilegia um estilo menos extraído e nunca sobremaduro. EM

AD 87 pontos
ÉVORA MONTE 2009
Herdade do Menir, Alentejo, Portugal (Brasvini R$ 45). Bastante equilibrado, encorpado, com boa acidez e taninos elegantes. Possui aromas de frutas negras e toques amadeirados. VS

AD 88 pontos
FINA NERO D'AVOLA 2011

Fina, Sicília, Itália (Sem importador, preço ex-cellar ? 5). 100% Nero d'Avola. Vermelho-rubi intenso. Aromas de frutas vermelhas maduras, defumados e de especiarias doces. Tem acidez, corpo, taninos e persistência médios. Correto e fácil de beber. HSK

AD 88 pontos
FLORAL DE MONTEMOR 2007
Herdade do Menir, Alentejo, Portugal (Brasvini R$ 75). Apresenta aromas de frutas negras maduras, principalmente ameixas e amoras, com toques de especiarias, tal como pimenta preta. Possui acidez vibrante, corpo médio/encorpado e taninos redondos. VS

AD 92 pontos
FRONTAURA CRIANZA 2005
Frontaura, Toro, Espanha (Domno R$ 229). Tempranillo de vinhedos velhos, com estágio de 12 meses em barricas de carvalho francês. Apresenta aromas de frutas vermelhas como cerejas e framboesas, envoltos por notas florais e herbáceas, além de toques minerais, de tabaco e de alcaçuz. No palato, surpreende pelo equilíbrio, profundidade e elegância do conjunto, tem boa acidez, ótima textura e final persistente. EM

AD 89 pontos
GIMENEZ MENDEZ ALTA RESERVA TANNAT 2010
Gimenez Mendez, Las Brujas, Uruguai (Enoteca R$ 60). Aromas sóbrios de chocolate, pimenta preta, madeira tostada e violetas. Encorpado, com boa acidez e taninos potentes. VS

AD 89 pontos
GRAND DUCHÉ FRONSAC 2010
Grand Duché, Bordeaux, França (Sem importador, preço ex-cellar ? 4,50). Apesar da safra relativamente recente, já apresenta complexidade aromática atraente que mistura aromas de couro, ervas e ameixas maduras. Muito equilibrado em boca, com acidez e taninos em alta. VS

AD 89 pontos
GREYSTONE CABERNET SAUVIGNON 2010
Greystone, Califórnia, Estados Unidos (Smart Buy Wines R$ 98). Vermelho rubi intenso, aroma de frutas vermelhas, acidez alta, estrutura encorpada, taninos marcantes e bem equilibrados. Frutado e fácil de beber. HSK

AD 92 pontos
HENRY GRAN GUARDA Nº1 2007
Lagarde, Mendoza, Argentina (Devinum R$ 199). 40% Cabernet Franc, 31% Malbec e 29% Syrah, com estágio de 24 meses em barricas novas. Aromas de frutas negras mais maduras, notas florais, tostadas, de eucalipto e tabaco, toques especiados e de alcaçuz. No palato, é frutado, estruturado, encorpado, chamando atenção pela elegância, taninos finíssimos e final cheio e persistente. EM

AD 89 pontos
HERDADE DA CAPELA RESERVA 2008
Herdade da Capela, Alentejo, Portugal (Sem importador, preço ex-cellar ? 6). Aromas de frutas negras desidratadas, tais como ameixa seca e uva passa. Toque de licor. Taninos macios, acidez moderada e rica estrutura. Final de boca adocicado. VS

AD 90 pontos
HERDADE SÃO MIGUEL TOURIGA FRANCA 2010
Herdade São Miguel, Alentejo, Portugal (Cantu R$ 80). Passa por estágio de nove meses em carvalho francês. Aromas de frutas vermelhas maduras, notas florais, herbáceas e de especiarias, toques terrosos e de tabaco. Em boca, é suculento, redondo, tem ótima acidez, taninos maduros e final médio/longo. Chama atenção pela estrutura e qualidade da fruta, num estilo mais austero e elegante. EM

AD 90 pontos
IMORTALI 2012
Santa Augusta, Videira, Brasil (R$ 250). Primeiro vinho brasileiro feito segundo os preceitos da cultura biodinâmica, chega ao mercado surpreendendo com sua cor intensa e profunda, aromas delicados e com boa fruta, final de boca delicado e bom corpo. Está muito jovem ainda e deverá evoluir bem. Daí para cima. Bela novidade. SMR

AD 88 pontos
LA ROSE PAUILLAC 2010
La Rose Pauillac, Bordeaux, França (Sem importador, preço ex-cellar ? 16). Vinho ainda jovem, com elevada acidez, boa estrutura e equilíbrio. Os aromas são mais sérios, lembrando cedro, tabaco e frutas negras. Guarde por mais dois anos. VS

AD 89 pontos
LEONARDO RED BLEND IGT 2011
Cantine Leonardo da Vinci, Toscana, Itália (W&W Wine R$ 61). 38% Sangiovese, 38% Cabernet Sauvignon, 17% Syrah e 7% Merlot, sem passagem por madeira. Aromas de frutas vermelhas maduras envoltos por notas florais, herbáceas e de especiarias. Em boca, é frutado, fresco, tem taninos macios, acidez refrescante, bom volume de boca e final médio e agradável. Suculento e gostoso de beber. EM

AD 89 pontos
LOS CLOP CABERNET SAUVIGNON ESTATE 2010
Bodega de Los Clop, Mendoza, Argentina (Sem importador, preço ex-cellar US$ 4). Aromas de frutas vermelhas e negras mais maduras envoltas por agradáveis notas florais e herbáceas. No palato, surpreende pelo frescor e qualidade da fruta, tem boa acidez, taninos macios e final médio. Gostoso e fácil de beber. EM

AD 90 pontos
MADONNA DI COMO DOLCETTO D'ALBA 2010
Pietro Rinaldi, Piemonte, Itália (Domno R$ 118). Aromas de frutas vermelhas mais frescas, envoltos por notas florais e herbáceas. No palato, tem fruta de ótima qualidade, taninos maduros, acidez refrescante e final suculento. Surpreende pela estrutura e volume, sem comprometer o frescor e seu cunho gastronômico. EM

AD 92 pontos
MANSO DE VELASCO 2009
Miguel Torres, Vale do Curicó, Chile (Devinum R$ 198). 100% Cabernet Sauvignon. Aromas de frutas vermelhas e negras mais maduras, notas florais, tostadas e de eucalipto, toques de grafite e de alcaçuz. Em boca, é frutado, estruturado, cheio, tem madeira bem integrada, boa acidez e final persistente e suculento, tudo suportado por uma ótima estrutura tânica que dá equilíbrio ao conjunto. EM

AD 92 pontos
MAQUIS FRANCO 2010
Viña Maquis, Vale do Colchagua, Chile (Sem importador, preço ex-cellar US$ 30). 100% Cabernet Franc. Aromas de frutas vermelhas e negras mais frescas, agradáveis notas herbáceas, florais e minerais. No palato, exibe fruta de ótima qualidade, em nenhum momento sobremadura, é estruturado, austero, tem acidez vibrante, taninos macios e final persistente, mais profundo que cheio. Belo vinho. EM

AD 90 pontos
MARQUÊS DE MARIALVA GRANDE RESERVA 2008
Adega de Cantanhede, Bairrada, Portugal (Santar R$120). Aromas de frutas escuras, tais como ameixas e amoras, com toques de especiarias e menta. Vinho potente, encorpado, com boa acidez e carga tânica. VS

AD 89 pontos
MONTE ALCANTARA 2009
Luis Duarte, Alentejo, Portugal (Everest R$ 45). Vinho equilibrado, com taninos macios, sedosos. Acidez e corpo moderados. Predominância de frutas negras e especiarias doces, como cravo, nos aromas. VS

AD 89 pontos
MONTE DA CAPELA 2011
Herdade da Capela, Alentejo, Portugal (Sem importador, preço ex-cellar ? 2,50). Muito bem feito, surpreende pela qualidade na faixa de preço. Tem taninos firmes, elevada acidez e corpo estruturado. Aromas de cerejas pretas, cedro e especiarias. VS

AD 90 pontos
PAGO DEL VICARIO 50-50 2008
Pago del Vicario, Castilla-La Mancha, Espanha (Sem importador, preço ex-cellar ? 7,50). Tempranillo e Cabernet Sauvignon. Aromas de frutas negras maduras e em compota, tons florais, herbáceos e de especiarias doces, toques defumados e de tabaco. No palato, é frutado, estruturado, equilibrado, tem taninos macios, boa acidez e final persistente e suculento. EM

AD 89 pontos
PAULO SALTON 2009
Salton, Bento Gonçalves, Brasil (R$ 85). Segundo lançamento dentro do projeto "Gerações", desta vez o vinho é um tinto (Cabernet Sauvignon, Merlot e Cabernet Franc) que homenageia o fundador da empresa. Jovem e intenso, tem bons aromas e taninos ainda se acomodando, mas a estrutura é boa e promete! SMR

AD 90 pontos
PEREZ CRUZ LIMITED EDITION COT 2010
Viña Perez Cruz, Maipo, Chile (Vinho Sul R$ 95). 93% Cot (Malbec), 5% Petit Verdot e 2% Carménère. Aromas de frutas vermelhas e negras mais maduras permeados por notas florais, herbáceas e minerais. No palato, é frutado, redondo, equilibrado, tem boa acidez, ótima textura e final persistente e suculento. Surpreende pelo frescor e profundidade. EM

AD 89 pontos
PERINI 4 2009
Perini, Farroupilha, Brasil (R$ 95). Segunda safra do top de linha da vinícola, chega poderoso, mostrando que o futuro é promissor. Cabernet Sauvignon, Merlot, Tannat e Ancellotta estão numa combinação harmônica, de aromas frutados, taninos no lugar e final ligeiramente doce. SMR

AD 90 pontos
PIZZATO RESERVA ALICANTE BOUSCHET 2005
Pizzato Vinhas e Vinhos, Vale dos Vinhedos, Brasil (R$ 50). Aromas de frutas negras maduras envoltos por notas florais, medicinais e herbáceas, além de toques de couro, de tabaco e de alcaçuz. No palato, ainda está jovem, exuberante, não aparentado oito anos. É frutado, suculento, potente, tem estrutura monolítica, taninos granulados de ótima textura e final persistente, lembrando grafite e tinta nanquim. Austero, compacto e profundo. Belo vinho. EM

AD 90 pontos
PUZZLE 2010
Gimenez Mendez, Las Brujas, Uruguai (Enoteca R$ 70). Mix de 15 castas tintas e brancas, apresenta boa acidez, taninos firmes e aromas elegantes de madeira tostada, coco, terra e frutas negras. VS

AD 94 pontos
QUINTA DA MANUELA 2001
Wine & Soul, Alentejo, Portugal (Adega Alentejana R$ 245). Tinta Amarela, Tinta Cão, Tinta Roriz, Touriga Nacional e Touriga Franca. Aromas complexos de frutas vermelhas maduras envoltos por notas florais, especiadas e de tabaco. Em boca, surpreende pela vivacidade e equilíbrio do conjunto, é frutado, estruturado, tem acidez vibrante, ótima textura e final longo e elegante. Não aparenta ter a idade que tem e está maravilhoso agora, mas deve se manter assim por, pelo menos, mais 10 anos. EM

AD 90 pontos
QUINTA DOS AVIDAGOS RESERVA TINTO 20
Quinta dos Avidagos, Douro, Portugal (Sem importador, preço ex-cellar ? 3,30). Tinta Roriz, Tinta Barroca, Touriga Franca e Touriga Nacional. Aromas de frutas vermelhas mais frescas, aromas florais, defumados e de especiarias doces. Em boca, é frutado, estruturado, tem boa acidez, taninos finos e marcantes e final persistente, confirmando o nariz. Muito complexo e elegante para essa faixa de preço. EM

AD 91 pontos
QUINTA DOS PINHANÇOS RESERVA 2007
Lusovini, Dão, Portugal (Lusovini R$ 90). Tinta Roriz, Touriga Nacional, Alfrocheiro e Jaen. Aromas de frutas vermelhas maduras, notas florais, defumadas e de especiarias doces, além de toques tostados. No palato, exibe fruta de ótima qualidade, é estruturado, equilibrado, tem acidez vibrante, taninos finos e final longo e elegante. Num estilo mais clássico, muito gostoso de beber. EM

AD 90 pontos
QUINTA SÃO JOÃO BATISTA RESERVA SYRAH 2009
Enoport, Tejo, Portugal (Domno R$ 130). Nariz de frutas negras mais maduras, quase em compota, e típicas notas de especiarias picantes, além de toques florais, tostados e de chocolate. Em boca, é frutado, estruturado, tem boa acidez, taninos muito finos e final persistente. Surpreende pelo equilíbrio e elegância do conjunto. EM

AD 91 pontos
ROC NU 2009
Clos Pons, Catalunha, Espanha (Sem importador, preço ex-cellar ? 20). Tempranillo, Garnacha e Cabernet Sauvignon. 14 meses de estágio em barricas de carvalho francês. Jovem e frutado, espera-se ótima evolução. Alta acidez, corpo médio/encorpado, taninos marcantes. Madeira bem integrada. Muito elegante. HSK

AD 90 pontos
SANTA VITÓRIA GRANDE RESERVA TINTO 2008
Santa Vitoria, Alentejo, Portugal (Vila de Arouca R$ 160). Aromas de evolução, tendendo para o licor, terra, madeira e frutas negras maduras, tais como cerejas pretas e amoras. Em boca apresenta boa acidez e taninos elegantes. VS

AD 92 pontos
SESMARIAS 2011

Miolo Wine Group, Seival Estate, Brasil (R$ 270). O processo de obtenção deste vinho é delicado e bem cuidado, incluindo até o uso de leveduras indígenas. Mas isso poderia nada ser, se o resultado não fosse excelente. Frutas negras delicadas no aroma com a presença de cravo, canela e um toque de anis. Boca complexa e elegante, com tudo no lugar, mesmo ainda jovem. Um luxo! SMR

AD 92 pontos
SUSANA BALBO BRIOSO 2007

Dominio del Plata, Mendoza, Argentina (Cantu R$ 150). Blend predominante de Cabernet Sauvignon. Nariz com cassis e ameixas mais maduros, notas florais e de especiarias doces. Em boca, é frutado, estruturado, tem bom volume, surpreendendo pelos taninos finos, ótima textura e final persistente e profundo, tudo envolto por uma acidez gostosa e suculenta que traz equilíbrio ao conjunto. EM

AD 88 pontos
TERRAS DE FIALHO 2009

Ares Alentejanos, Alentejo, Portugal (Brasvini R$ 35). Aromas de couro, terra molhada e defumado predominam na taça. Em boca, apresenta corpo médio, boa acidez e taninos bem aparados. VS

AD 88 pontos
TERRAS DE PIAS RESERVA 2010

Herdade da Capela, Alentejo, Portugal (Sem importador, preço ex-cellar ? 3). Boa relação preço-qualidade, com aromas de frutas negras maduras, ameixas e cerejas pretas, toques de especiarias e cedro. Encorpado, taninos e acidez comedidos. VS

AD 88 pontos
TORRE DE GAZATE ROBLE 2010

Vinicola de Tomelloso, Castilla-La Mancha, Espanha (Sem importador, preço ex-cellar ? 3,50). 100% Tempranillo (Cencibel), com breve passagem por carvalho. Aromas de frutas vermelhas envoltos por notas florais, tostadas e de especiarias doces. Em boca, é frutado, gastronômico, tem boa acidez, taninos macios e final médio. Suculento, é fácil e gostoso de beber. EM

AD 88 pontos
TORRES IBÉRICOS CRIANZA 2009
Torres, Penedès, Espanha (Devinum R$ 55). Aromas de frutas vermelhas com toques herbáceos e tostados. Acidez refrescante, bom corpo, taninos médios e longa persistência. Bom equilíbrio. HSK

AD 91 pontos
TUKMA GRAN CORTE 2010
Bodega Tukma, Salta, Argentina (Sem importador, preço ex-cellar US$ 10). Cabernet Sauvignon, Malbec e Tannat, com estágio de 12 meses em barricas novas de carvalho. Aromas de frutas vermelhas e negras maduras, notas florais, herbáceas e de especiarias doces, além de toques tostados, minerais e de tabaco. Em boca, é frutado, encorpado, suculento, untuoso, tudo envolto por ótima estrutura tânica, gostosa acidez e final longo e suculento, com toques de grafite. EM

AD 92 pontos
VEGA REAL RESERVA 2007
Vega Real, Ribera del Duero, Espanha (Sem importador, preço ex-cellar ? 10). 100% Tinto Fino. Aromas de frutas vermelhas com toques defumados. Ótimo equilíbrio entre acidez, corpo e taninos. Encorpado e estruturado, está muito bom agora, mas ainda pode evoluir. HSK

AD 88 pontos
VINHA DA TAPADA 2010

Herdade dos Coelheiros, Alentejo, Portugal (Mistral R$ 67). Aromas de frutas vermelhas e negras maduras, com toques de especiarias, tostados e café. Em boca, apresenta boa acidez, corpo médio e taninos macios. VS

Doces

AD 90 pontos
ANDRESEN WHITE PORTO 10 ANOS
Andresen, Porto, Portugal (Lusovini R$ 125). Inebriante doçura, devidamente equilibrada por sabores cítricos de laranja e toranja, com toques de mel. Muito convidativo e distinto. VS

AD 96 pontos
BURMESTER PORTO COLHEITA 1937

Sogevinus, Douro, Portugal (Adega Alentejana R$ 3.450). Linda cor âmbar de reflexos dourados e aromas complexos de frutos secos, notas especiadas, florais e de casca de frutas cítricas, além de toques tostados, medicinais, de mel e de tabaco. No palato, é sublime, ainda vivo, estruturado, frutado, com perfeito equilíbrio entre acidez e doçura e um final muito longo e profundo. Memorável e inesquecível. EM

AD 91 pontos
CHÂTEAU VILLEFRANCHE SAUTERNES 2009

Château Villefranche, Bordeaux, França (Vignerons & Adega R$ 99). Doçura luxuriante. Aromas de casca de laranja, abacaxi em calda, uvapassa, com toques de amêndoas, avelã e mel. Excelente acidez. VS

AD 93 pontos
CHÂTEAU RABAUD-PROMIS 2005

Château Rabaud-Promis, Bordeaux, França (Vignerons & Adega R$ 180). Inesquecível sabor de mel, com toques cítricos de laranja e abacaxi, completados por frutos secos, tais como castanhas e amêndoas. Doçura suculenta e encantadora. VS

AD 92 pontos
INFORCIA MARSALA 18 ANOS

Inforcia, Sicília, Itália (Sem importador, preço ex-cellar ? 15). Aromas complexos de frutos secos e em compota, notas de mel e caramelo. Em boca, tem bom equilíbrio entre acidez e doçura, é estruturado, encorpado e de longa persistência. EM

Christian Burgos

Publicado em 15 de Maio de 2013 às 12:12


Enobusiness Top 100 Expovinis

Artigo publicado nesta revista