Escola do vinho

O que é a pinça enorme usada para abrir Vinhos do Porto?

A tenaz é usada também em outros vinhos envelhecidos que possam estar com a rolha ressecada e quebradiça


Este método tradicional para o Vinho do Porto serve para outros vinhos também

As tenazes são as pinças de ferro usadas para abrir vinhos antigos em uma técnica criada no século 18.

Ela foi criada principalmente para abrir Vinhos do Porto, extremamente longevos e que já naquela época eram apreciados pelos lordes ingleses.

Dessa forma, criou-se nos clubes da Inglaterra, uma forma de retirar as rolhas (que muitas vezes estavam deterioradas) da garrafa sem o uso de um saca-rolha e, consequentemente, o esfarelamento da cortiça no líquido. 

As tenazes são aquecidas em uma chama até ficarem com suas pontas vermelhas e, depois disso, mantidas em volta do gargalo logo da garrafa abaixo da rolha. Em seguida, as pinças são removidas e algo frio – um pano mergulhado em gelo, por exemplo – é segurado em volta do pescoço. A mudança de temperatura faz com que o vidro quebre no local e a parte de cima possa ser removida. 

Após a retirada, o vinho costuma ser decantado e filtrado – já que safras antigas de Vinho do Porto tendem a conter bastante sedimento e o filtro também garante que nenhum minúsculo pedaço de vidro quebrado possa ser ingerido. 

Esse método ainda hoje é usado, especialmente em restaurantes tradicionais da Europa, que possuem safras antigas de Porto em suas cartas (ou então recebem clientes que as levam para serem degustadas). 

Esse método, tradicional para o Vinho do Porto, contudo, pode ser usado para outros tipos de vinho também.

Método ainda é usado em restaurantes tradicionais que possuem safras antigas de Porto 

Há sommeliers que o utilizam quando percebem um estado mais ressecado da rolha que possivelmente despedaçaria ao ser aberta com saca-rolhas.

Ainda assim, mesmo que partes da rolha não caiam no líquido, indica-se filtrar para evitar que qualquer resquício de vidro possa ter involuntariamente ficado na bebida. 

Vale a pena? 

Tanto a sabrage – técnica usada para retirar a rolha de espumantes deslizando um sabre (ou qualquer tipo de objeto) sobre o gargalo da garrafa – quanto a tenaz são métodos “extremos” de abertura de vinhos.

» Atenção: sempre fique de olho no nível do vinho na garrafa ainda fechada

» O que são as casinhas de pedra no meio dos vinhedos da Borgonha?

No fundo, a não ser que você seja um expert nessas técnicas, evite experimentá-las em vinhos raros. Não vale o risco.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

Da redação

Publicado em 25 de Junho de 2021 às 10:47


Escola do vinho Tenaz Abrir vinho com fogo Vinho Vinho do porto Abrir vinho com pinça Fogo