Revista ADEGA

Doc

Carmignano: a Cinderela da região de Chianti, na Toscana

Carmignano, a menor DOCG italiana, já foi terra dos mais valorizados vinhos toscanos

Steven Spurrier em 10 de Janeiro de 2019 às 17:00

Com apenas 200 hectares de vinhedos, Carmignano é a menor e possivelmente a mais antiga região de Chianti a ter sido classicada pelo duque Cosimo de Médici em seu edital de 1716.

No entanto, a vitivinicultura local é ainda mais antiga. As vinhas foram plantadas na região perto de Prato, noroeste de Florença, na época romana e já eram famosas na Idade Média. Para se ter ideia, no dia 8 de dezembro de 1396, Ser Lapo Mazzei anotou que comprou 15 “soma” de vinho de Carmignano por um valor cerca de quatro vezes maior do que os melhores vinhos da época.

Nos tempos modernos, a combinação de microclima e solo, que por séculos deu aos vinhos de Carmignano sua personalidade única e reconhecível, recebeu o status de DOC em 1975, subindo para DOCG em 1990. Carmignano, na verdade, é a menor das DOCG da Itália.

A região difere das outras de Chianti Classico ao sul, pois, para elas, a Sangiovese precisa ser no mínimo de 80% para um rótulo DOCG, enquanto que aqui ela ca entre 50 e 90%. Singulares na Toscana são as variedades Cabernet Franc e Cabernet Sauvignon, conhecidas como “Uva Francesca” – importadas pela primeira vez por Catarina de Médici, rainha da França, no século XVI. Mais tarde, o duque Cosimo enviou seus enólogos para Bordeaux para aperfeiçoar o conhecimento dessas variedades, que foram vastamente plantadas em Carmignano. Essas duas Cabernet são permitidas na DOCG, tanto juntas quanto separadas, até o máximo de 20%, enquanto Merlot, Syrah e as variedades tintas locais toscanas são permitidas até 10% cada.

Do século XIV até o XIX, Carmignano foi o vinho mais famoso produzido na região da Toscana, mas seu tamanho diminuto reduziu sua visibilidade e hoje talvez seja a “Cinderela” da região de Chianti.

Fui convidado pela família Contini Bonacossi, da histórica Tenuta di Capezzana, onde as uvas foram cultivadas em período pré-romano, há 3000 anos, para uma visita completa às propriedades da DOCG, organizada por Paolo Valdastri, do Consorzio Tutela Vini Carmignano. Para mim, foi uma revelação de vinhos característicos de alta qualidade.

VINHOS AVALIADOS

CARMIGNANO DOCG

AD 90 pontos

CAPEZZANA ANTEPRIMA 2014

Tenuta Capezzana, Toscana, Itália. Cor profunda para um 2014, fruta rica e cheia, nenhum dos aspectos “chuvosos” de 2014, mas mostra-se um pouco magro, apesar da boa seleção na adega. Até 2022. SS

AD 91 pontos

CARMIONE 2015

Pratesi, Toscana, Itália. Soberba cor profunda, boa fruta especiada, amplo e muito rico, mas equilibrado, muitas camadas de sabor, boa profundidade e futuro. SS

AD 88 pontos

CASTELVECCHIO 2012

Castelvecchio, Toscana, Itália. Boa cor e fruta, mas parece um pouco “cozido” devido ao verão muito quente. Pronto agora. SS

[Colocar Alt]

AD 91 pontos

CASTELVECCHIO 2013

Castelvecchio, Toscana, Itália. Linda cor profunda, fruta realmente fresca para um 2013, boa pegada Toscana, um vinho clássico e elegante. Bom para 2023. SS AD 92 pontos IL SASSO 2015 Piaggia, Toscana, Itália. Cor soberba, vinho muito elegante e a Cabernet Franc traz aroma e elegância, bons sabores e profundidade, ótimo futuro. SS

AD 91 pontos

IL SASSOLO 2007

Il Sassolo, Toscana, Itália. Cor soberba para um vinho de 10 anos de idade, fruta rica, tudo integrado com taninos ainda naturais que lhe darão um bom futuro. Muito bom com queijos duros. SS

AD 90 pontos

IL SASSOLO 2013

Il Sassolo, Toscana, Itália. Boa cor, mas ficando pálida nas bordas, algum floral e bom peso, profundidade e equilíbrio, bem clássicos e “para frente”. Até 2020. SS

AD 92 pontos

PODERE ALLOCCO 2015

Podere Allocco, Toscana, Itália. Cor soberba, nariz muito fragrante e fruta de bom estilo Chianti, mas mais elegante que os vinhos do sul. Bom vinho. Até 2025. SS

AD 90 pontos

POGGILARCA 2015

Tenuta Artimino, Toscana, Itália. Cor bela, ótimo nariz de Chianti/Sangiovese, vinhas velhas e boa presença de fruta no palato, barrica nova evidente que dá pegada, mas também precisa de tempo para assentar. Até 2025. SS

AD 91 pontos

SANTA CRISTINA IN PILLI 2013

Fattoria Ambra, Toscana, Itália. Boa cor, algum floral no nariz e um estilo muito elegante, mais clássico que alguns Chianti, sabores agradáveis, textura de fruta firme no palato. Até 2023. SS

AD 90 pontos

SANCTI BLASI 2011

Colline San Biagio, Toscana, Itália. Muito bom, cor surpreendentemente jovem e profunda para 2011, fruta rica e especiada, ainda um pouco “duro” devido ao carvalho e talvez um pouco extraído demais para mim. Melhor em um ou dois anos. SS

AD 91 pontos

TENUTA LE FARNETE 2015

Tenuta Le Farnete, Toscana, Itália. Cor soberba, riqueza, fruta apetitosa no estilo opulento, naturalmente rico, suculência amável e boa pegada no final. Até 2025. SS

AD 92 pontos

VILLA DI CAPEZZANA 2013

Tenuta Capezzana, Toscana, Itália. Cor muito boa, ainda um pouco aderente no palato, mas este é um vinho sério e o floral virá depois, tão clássico quanto classudo, enologia muito boa e bom futuro para 2025. SS

AD 95 pontos

VILLA DI CAPEZZANA PROGETTO 10 ANNI 2007

Tenuta Capezzana, Toscana, Itália. Cor muito boa, buquê realmente excelente que mostra fragrância acima da fruta lindamente concentrada e taninos naturais e uma acidez que deixa o palato refrescado. Este é um belo vinho de “vinhedo” que foi bem tratado na adega. Até 2027. SS

CARMIGNANO DOCG RISERVA

AD 92 pontos

ELZANA 2013

Fattoria Ambra, Toscana, Itália. Tinto fresco profundo, boa profundidade e parece ter mais pegada que Montalbiolo e também ser mais “terroso” e estruturado, levemente menos elegante, mas muito bom. Até 2025. SS

AD 91 pontos

FATTORIA AMBRA 2006

Fattoria Ambra, Toscana, Itália. Cor profunda para 2006, buquê de frutas vermelhas e floral, ainda muito vívido e fresco com maciez e profundidade no palato. Muito bom agora e até 2020. SS

AD 89 pontos

GRUMARELLO 2012

Tenuta Artimino, Toscana, Itália. Vermelho profundo, um pouco de idade nas bordas, fruta mais “terrosa” e concentrada, ainda um pouco fechado e vai se mostrar bem entre 2019 e 2024. Acidez alta e taninos marcados, fresco mas ainda um pouco duro no palato. SS

AD 90 pontos

IL CIRCO ROSSO 2014

Pratesi, Toscana, Itália. Boa cor para um 2014, frutas vermelhas e negras no nariz, macio apesar da fruta vigorosa no palato, boa acidez natural, um 2014 bem feito. Até 2022. SS

AD 92 pontos

MONTALBIOLO 2013

Fattoria Ambra, Toscana, Itália. Tinto fresco profundo, ótimas cerejas amargas de Sangiovese e algum floral, fruta macia, acidez natural e taninos, um clássico e classudo Chianti. Até 2023. SS

AD 92 pontos

PIAGGIA 2014

Piaggia, Toscana, Itália. Cor muito boa, concentração e riqueza natural soberbas, frutas mais negras que vermelhas com vigor e profundidade, um triunfo para 2014. Até 2024. SS

AD 90 pontos

TENUTA LE FARNETE 2014

Tenuta Le Farnete, Toscana, Itália. Cor muito boa, fruta bem rica e macia, boa profundidade e interessante pegada no final com um toque de magreza de 2014, mas bom para a safra. SS

AD 93 pontos

VILLA TREFIANO 2013

Tenuta Capezzana, Toscana, Itália. Cor muito rica, nariz com profundo chocolate quase defumado e amargo, estrutura realmente boa e profundidade que me lembra um Médoc. Toda a fruta está lá, mais o lado floral, a elegância e a expressão de pureza. Até 2028. SS


Notícias Carmignano DOCG Chianti

Artigo publicado nesta revista


OPUS ONE

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 216,00R$ 432,00R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 72,00 6x R$ 72,00
Assinando agora você GANHA também Guia ADEGA Guia ADEGA Vinhos do Brasil 2018/2019 + Poster "as cores do vinho"

Boletim Revista ADEGA

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas