Revista ADEGA
Busca

Produtor francês entra com recurso para usar o nome Lafite

Ele está desafiando as leis que não o deixam usar o nome Lafite em seus vinhos


Rótulo Lafite-Rothschild

Éric Gendre. um produtor do sudoeste da França, da pouco conhecida denominação Fronton, na região de Haut Garonne, resolveu entrar com um recurso para poder usar o nome Lafite em suas garrafas. Depois que o poderoso Domaine Baron de Rothschild, proprietário do Château Lafite Rothschild, em Pauillac, assegurou o direito exclusivo do uso do nome, diversos produtores foram afetados.

Gendre foi um deles. Ele vende vinhos de até 5 euros feitos com a uva Négrette (diferentemente das uvas bordalesas tradicionais), mas o tribunal decidiu que seu rótulo estava enganando os consumidores. Atualmente, ele só vende vinhos a granel, mas decidiu entrar com recurso diante da decisão.

“Tentei sugerir que poderia vender meus vinhos com o nome Château Rose-Lafite, que é o nome da minha mãe, mas não foi aceito. É David contra Golias”, disse o produtor, que afirmou ter sido alvo dos Rothschild desde que passou a exportar vinho para a China em 2009. Os Rothschild possuem disputas judiciais contra diversos outros produtores que usam nomes similares.

Redação
Publicado em 23/09/2013, às 12h09


Mais Notícias