Produtores de Brunello cogitam criar sub-zonas na região

Proposta polêmica volta à tona e produtores debatem suas vantagens e desvantagens


Montalcino

Produtores acreditam que Montalcino tem cerca de 20 micro-terroirs

O debate está crescendo a respeito do assunto de transformar a famosa denominação de Brunello di Montalcino em várias subzonas para auxiliar os consumidores a entenderem melhor as sutis diferenças entre os diferentes tipos de vinhos da região.

Uma minoria crescente de produtores da região italiana planeja propor que o consorzio administrativo de Montalcino se aproveite do financiamento governamental para mapear as subzonas vinícolas da região.

Os produtores argumentam que fazer um mapeamento destacaria sutis nuances estilísticas nos vinhos e poderia definir por volta de 20 micro-terroirs dentro da região de Montalcino. Atualmente, os vinhos de vinhedos únicos de Montalcino, rotulados como “Vigna”, são oficialmente reconhecidos, ao contrário das várias subzonas. “Os clientes nos dizem que os micro-terroirs de Montalcino são tão fascinantes quanto os do Grand Cru da Borgonha”, opina Roberto Terzuoli em entrevista ao site da revista inglesa Decanter.

Fazer um reconhecimento maior da região de Montalcino também pode contribuir para melhores orientações aos turistas, que geralmente se perdem quando visitam a área. As autoridades locais retiraram da estrada todas as sinalizações referentes às propriedades vitivinícolas na província de Siena devido aos acidentes provocados por motoristas que diminuíam a velocidade para lê-las.

No entanto, Ezio Rivella, que passou 24 anos como enólogo em Banfi, avisa que o plano de mapeamento da região pode não ser a melhor solução. “Mesmo dentro de uma única subzona geográfica, os Brunellos, produzidos em diferentes altitudes, possuem um sabor muito diferente”, diz o agora aposentado produtor. “Vinhedos em uma altitude mais baixa dão origem a vinhos com cor e taninos mais ricos do que aqueles em altitudes mais elevadas, que tendem também a serem mais aromáticos. Vários produtores de Montalcino misturam vinhos de uvas Brunello em diferentes subzonas. Por quê? Porque isso produz um Brunello mais completo que os de uma única zona”.

Os produtores, no último mês, apresentaram o novo 2009 Brunello di Montalcino, junto com o 2008 Riserva e o 2012 Rosso di Montalcino no evento Benvenuto Brunello. O tempo mais quente durante o ano de 2009 sugere que essa colheita favoreceu demais a região de Montalcino.

 

Quer saber mais sobre Brunello di Montalcino, clique aqui!

Da redação

Publicado em 19 de Março de 2014 às 08:04


Notícias Brunello di Montalcino sub-zonas