Quais e quantos vinhos comprar para um casamento?

Com dicas simples é facil escolher e calcular quantas garrafas serão necessárias


Escolher e fazer a conta de quantos vinhos comprar para o casamento não precisa ser mais uma dor de cabeça para os noivos entre os já milhares de detalhes que precisam ser definidos para o grande momento de suas vidas. Com pequenas dicas, é possível definir tudo sem muito estresse.

Primeiramente, deve-se calcular a quantidade de garrafas a serem compradas. Esse cálculo é relativamente simples. Se o vinho ou espumante for a bebida principal, a conta pode ser de uma garrafa para cada dois ou três convidados.Se houver outras bebidas sendo servidas prioritariamente (cerveja, por exemplo), pode-se passar para uma garrafa para cada seis ou oito pessoas.


Para definir se você opta por uma quantidade maior ou menor de garrafas por convidado, é necessário pensar no tipo de vinho e nas situações de consumo. Daremos alguns exemplos. Se o espumante será servido apenas para um brinde, pode-se calcular uma garrafa para oito ou até dez pessoas. Se a ideia é servir um vinho tinto ou branco apenas para acompanhar a refeição, pode-se pensar em uma garrafa para quatro ou seis convidados. Se o vinho ou espumante será a bebida que permeará toda a festa, pode-se optar por uma garrafa para cada 2,5 convidados.

Tipos
Conta feita, é hora de escolher o rótulo a ser servido. Casamento é um momento de celebração e a bebida mais ligada às comemoração, certamente, é o espumante. Então, se você não quiser pensar muito, escolha um bom espumante e pronto. Há diversos bons exemplares no mercado por preços convidativos, como Cavas, Proseccos e especialmente os nacionais.

Se não quiser se ater à obviedade do espumante, você pode mesclar com brancos, rosés e tintos mais leves, principalmente se a festa for em época de temperaturas mais elevadas. Tente optar por vinhos sem passagem por madeira ou com estágio mais curto, pois a tendência é que eles tenham corpo mais leve e sejam mais fáceis de beber – mesmo desacompanhados de comida. Entre os brancos, boas pedidas podem ser Sauvignon Blanc, Pinot Gris, Alvarinho, Chardonnay etc. Entre os tintos, Pinot Noir, Barbera, Merlot, Tempranillo etc.

Mas, se você estiver pensando em algo para acompanhar o buffet que estará sendo servido, pode colocar algo mais encorpado. Malbec e Tannat podem acompanhar menus com carnes e molhos mais gordurosos, por exemplo. Se o serviço for empratado, você pode optar por harmonizações pontuais e, nesse caso, pode ter mais variedades de rótulos, porém com menos garrafas, pois pode pensar em uma para cada quatro ou até seis convidados.

Da redação

Publicado em 25 de Julho de 2018 às 10:33


Notícias