Mundovino

Rudy Kurniawan, famoso falsificador de vinhos, será deportado dos EUA

O indonésio está sob custódia do serviço de imigração dos EUA após passar sete anos na cadeia


 

Falsificador está sob custódia das autoridades americanas e será deportado permanentemente

As autoridades americanas confirmaram que Rudy Kurniawan será deportado em breve para a Indonésia, seu país natal. O falsificador está atualmente em uma prisão do departamento de imigração dos Estados Unidos em Chaparral, Novo México, aguardando a finalização do processo de deportação permanente.

LEIA MAIS

» Maior produtor de rolhas do mundo anuncia fim do bouchonné

» Austrália desenvolve nova técnica contra falsificação de vinhos

A transferência da prisão federal de El Paso, onde Kurniawan cumpria pena, teria ocorrido para acomodar demandas operacionais e devido a um surto de Covid-19 que atinge a região.

A "nova casa" do falsificador foi citada em uma auditoria realizada em 2017 como um local com muitas deficiências na custódia dos presos. Em 2011, por exemplo, a prisão passou por um problema de falta de papel higiênico e os internos passaram a roubar um do outro para ter na sua higiene pessoal.

Kurniawan chegou a pedir às autoridades que, quando chegasse o momento da deportação, ele pudesse comprar uma passagem de primeira classe em um voo direto para Jacarta, porém o pedido foi negado.  

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

André De Fraia

Publicado em 19 de Dezembro de 2020 às 10:00


Notícias Rudy Kurniawan vinho Falsificação Cadeia