Barris de vinho

Vinho em madeira: o processo da produção de barris

O passo a passo da elaboração das barricas de carvalho para vinhos


O carvalho é bastante utilizado na vinicultura. Os barris são utilizados durante a fermentação alcoólica, malalática e o envelheciimento. A madeira contribui para que a bebida possa respirar, desenvolver-se e amadurecer. A ADEGA listou sete passos que resumem a produção de barris de carvalho. Confira! 

[Colocar Alt]
1 - Seleção e corte do carvalho em aduelas. Ao contrário do carvalho americano, que pode ser serrado, o carvalho francês somente pode ser “rachado”, ocasionando maior perda de matéria-prima (que pode se transformar em “staves” e “chips”).

 

[Colocar Alt]
2 - As aduelas são levadas para o processo de secagem ao ar livre. Todos os lotes são etiquetados com informação sobre a origem e tipo da madeira.

 

Veja também:

Vinhos feitos com madeira

10 estilos de vinho que usam madeira

Como o carvalho exerce influência nos vinhos

[Colocar Alt]
3 - Durante a secagem, ocasionalmente o carvalho é regado com água.

 

[Colocar Alt]
4 - Depois de completo o período de secagem, que pode levar até 24 meses, a madeira está pronta para ser encaminhada à tanoaria, onde é montada conforme o formato/ tamanho de barril desejado.

 

[Colocar Alt]
5 - Após a montagem, passa-se ao tratamento térmico da madeira, quando é definido o tipo de tosta do barril. 6 - Caso alguma aduela não tenha suportado o tratamento térmico, o barril é descartado.
[Colocar Alt]
7 - Por fim, os barris passam por testes de estanquicidade, ou seja, são preenchidos com água quente sob pressão. Caso seja aprovado, o barril segue para a fase de acabamento (polimento, identificação, etc.).
Eduardo Milan

Publicado em 8 de Julho de 2019 às 14:00


Notícias carvalho vinho e madeira vinhos em madeira barris de vinho

Artigo publicado nesta revista