Vinho, um assunto de mulheres


"O que é uma mulher? Eu não sei. Não acredito que alguém possa saber até que ela tenha se expressado em todas as artes e profissões abertas à habilidade humana". Virginia Woolf

#R#

As mulheres, que, como lembrou Virginia Woolf, "desde a Antiguidade até o tempo presente, geraram toda a população do planeta", estão provando que o vinho tanto quanto um assunto de homens, é um assunto de mulheres. O vinho chegou a ser, em muitas civilizações da antiguidade, formalmente proibido às mulheres, o que não impediu que a presença delas tenha sido constante e fundamental na história do nobre fermentado, vide nomes como Antonia Ferreira (1811-1896), a Ferreirinha, e Nicole-Barbe Clicquot-Ponsardin (1778-1867), mais conhecida como "viúva Clicquot". As diferenças entre os gêneros, embora tenham uma base biológica, são também o sedimento de milênios de opressão machista. O feminino encontrou no vinho um terreno fértil para sua expressão, já que enquanto a sensibilidade masculina privilegia o visual o lado feminino é tátil e ligado aos odores. Hoje uma legião de saias está presente em todas as áreas desta indústria, são vinhateiras, sommeliers em restaurantes, jornalistas especializadas, presidentes de associações e enólogas.

Nossa edição deste mês traz as mulheres em destaque. Na matéria de capa as enólogas são as estrelas. Cheias de competência elas estão elaborando grandes vinhos ao redor do planeta. Na entrevista do mês, outra mulher, a argentina Dolores Lavaque, representante do Wine MBA da Bordeaux Business School. As consumidoras também não foram esquecidas. Elas são uma grande tendência do mercado, já se estima que o consumo feminno representa 40% do total. Sabendo disso touxemos a opinião das leigas amantes do vinho no enogourmet deste mês, que teve a presença de três mulheres julgando as melhores combinações com a culinária chinesa.

Mas não paramos por aí. Ao desarolhar ADEGA deste mês você poderá degustar a ousadia dos "superpiemonteses" na seção "Grands Châteaux"; aprender sobre a temperatura ideal para servir vinhos em "Escola do Vinho", descobrir o que o jornalista Renato Machado guarda em sua adega, apreciar a "enoarquitetura" das Bodegas Ontañon, salivar com a "Mozzarella de Búfala", cortar com mais ciência seus charutos, e, porque não, rir um pouco em nossa seção de humor, onde revelamos os segredos da vinha mais velha do mundo.

Saúde!
Marcelo Copello
Editor de Vinhos


Da redação

Publicado em 21 de Agosto de 2006 às 07:05


Editorial

Artigo publicado nesta revista