Revista ADEGA
Busca

Mundovino

Vinicultores estão submergindo centenas de garrafas da Xinomavro, a Nebbiolo grega

E para completar 1 de novembro é o dia mundial da Xinomavro


Produtores gregos estão com uma cave subaquática

O rio Arapitsa na Grécia está sendo usado como cave subaquática

Cerca de 22 vinicultores da cidade de Naoussa estão usando o rio Arapitsa como uma “cave subaquática” e começaram a envelhecer seus vinhos na água corrente fria. 

» Restaurante duas estrelas Michelin tem 45 joias enológicas roubadas, incluindo um Château d’Yquem 1806

Um guindaste baixou uma grande caixa de metal contendo cerca de 500 garrafas de vinho da margem do rio, enquanto os habitantes locais tocavam canções gregas cerimoniais para celebrar a ocasião. 

“As garrafas são colocadas a 12metros de profundidade e pretendemos mantê-las lá por pelo menos 12 anos”, disse George Fountoulis, presidente da cooperativa de vinhos VaeniNaoussa, que representa metade da produção de vinho da região. Ele explicou que anualmente são feitos testes para verificar a evolução do processo, destacando que faz parte de uma tendência dos últimos anos dos enólogos testar os benefícios de uma imersão profunda no envelhecimento do vinho.

Segundo o prefeito de Naoussa, Nikolas Karanikolas: “Esta é uma experiência e vamos esperar para ver como a identidade do vinho evoluirá nestas condições”. Os vinhedos de Naoussa estão nas encostas do Monte Vermio e produzem predominantemente Xinomavro. Ela é uma variedade nativa da Grécia e frequentemente comparada à Nebbiolo. 

O nome da variedade é a junção de duas palavras gregas que significam acidez e negro, indicando seu sabor.

A casta, que tem um dia só dela - 1 de novembro! - é conhecida por produzir vinhos com coloração escura e altos níveis de acidez, com boa estrutura, personalidade forte e com longo potencial de envelhecimento.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui

Assine ADEGA

Redação
Publicado em 01/11/2021, às 08h50


Mais Mundovino