Revista ADEGA
Busca

Mundovino

Alentejo ecoconsciente, região portuguesa cresce em sustentabilidade

Já são 483 vinícolas alentejanas que aderiram o Projeto de Sustentabilidade do Alentejo


Alentejo ecoconsciente, região portuguesa cresce em sustentabilidade

A região do Alentejo é reconhecida por sua dedicação à sustentabilidade

O gerente e enólogo da Herdade dos Grous, Luís Duarte, diz: "Por ser a primeira vinícola em Portugal a alcançar esse nível de certificação de sustentabilidade, temos orgulho de ajudar a promover a imagem de Portugal e principalmente, o Alentejo como lar de alguns dos vinhos mais ecológicos e socialmente responsáveis do mundo".

» União Europeia aprova a utilização de variedades híbridas em vinhos de denominação protegida

A conceituada "Lua Colhida" de Herdade dos Grous é 100% Alicante Bouschet como um dos primeiros vinhos a ostentar o novo caráter destacando a importância de ser orientado de forma sustentável.

Os vinhos do Projeto de Sustentabilidade do Alentejo estrearam há cinco anos sob os cuidados da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana, também conhecida como Vinhos do Alentejo, que começou com 96 membros no final de 2015 e agora chegou em 483.

Os membros representam quase 50% da área vinícola do Alentejo e mais de 600 colaboradores das vinícolas já receberam treinamento individual ou assistiram aulas mostrando, que há uma crescente sede de consciência ecológica.

A região do Alentejo é reconhecida por sua dedicação à sustentabilidade e exibe certificação de vinhos mais ecológicos do mundo

Alentejo quer ser reconhecida não apenas pelos bons vinhos, mas também pela sustentabilidade

Outros 1.500 participaram de oficinas de enologia sustentável e estão em andamento oficinas de cultivo também sustentável com planos para que isso cresça.

A chave para o sucesso é o foco em ajudar os parceiros a economizar dinheiro: um plano simples de monitoramento de água e eletricidade, por exemplo, pode reduzir o consumo em 20% a 30%, disse a equipe.

João Barroso, diretor científico da Comissão Europeia, revelou que a mudança é algo de que seus departamentos se orgulham especialmente em termos de liderança em sustentabilidade e revelou estar confiante de que não apenas outras regiões portuguesas, mas outras áreas e países ao redor do mundo irão avançar para o desafio da sustentabilidade no futuro.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui

Glaucia Balbachan
Publicado em 18/12/2021, às 13h00


Mais Mundovino