Revista ADEGA
Busca

Aos 67 anos, Saul Galvão morre de cancêr em São Paulo


O mundo do vinho e da gastronomia, e por que não do jornalismo, amanheceu com uma triste notícia nesta quarta-feira. Aos 67 anos, sendo os últimos dois desses lutando contra um câncer, faleceu Saul Galvão - um dos maiores críticos de vinhos e culinária brasileiro de todos os tempos.

Saul Galvão virou referência no mundo dos vinhos
Nos últimos 30 anos, os leitores do Estado de SP e do Jornal da Tarde tiveram o prazer de ler diversas colunas e resenhas escritas pelo simpático jornalista, que, com seu vasto bigode branco, teve seu rosto sempre associado às bebidas e à culinária.

Nascido em Jaú, no interior de São Paulo, Saul Galvão se mudou para a capital em 1960 para estudar direito no Lardo São Francisco, mas logo desistiu do curso e passou a trabalhar como jornalista. Cinco anos depois, já estava contratado pelo Grupo Estado, onde passou a trabalhar nas editorias de Internacional e Política. Apenas em 1978, porém, que começaria a sua incrível trajetória no mundo do vinho e da gastronomia.

Neste mesmo ano, Saul se tornou crítico de restaurantes do Estado de SP, substituindo o igualmente genial Paulo Cotrim - considerado um dos precursores desta área no jornalismo brasileiro. Apesar de, no começo, ter dividido as funções nas editorias de Gastronomia e Política, logo deixou de vez o chamado hard news e passou a se aventurar apenas com o que mais gostava, e exatamente aquilo que lhe tornaria um profissional tão especial.

Na década seguinte, colheu informações valiosas em viagens à Europa - onde estagiou em renomados restaurantes, principalmente na França - e passou a eternizá-las em seus livros. Alguns, como Os Prazeres de Mesa, A Cozinha e seus vinhos, A Essência do Sabor e Tintos e Brancos, certamente ficarão como seu legado para os amantes da boa bebida e da culinária em todo o mundo.

Mais recentemente, dedicava-se a textos semanais no Estado de SP, além de dividir seus conhecimentos com os ouvintes da Rádio Eldorado e seguidores de seu blog na Internet. Há dois anos, Saul Galvão lutava contra um câncer, que o venceu na madrugada desta quarta-feira. Assim como todos os amantes dos vinhos e da gastronomia, e todos os apreciadores do bom jornalismo, ADEGA presta aqui as suas mais honrosas homenagens a quem revolucionou o conhecimento sobre nossa bebida predileta ao longo dos anos.

Estes são os votos de pêsames à família de Saul Galvão. Que ele descanse em paz, e continue apreciando os melhores vinhos aonde quer que esteja.

Confira as últimas notícias sobre o mundo dos vinhos...

+ Novas regras para safra de Champagne

+ O Melhor Vinho do dia: Ao sucesso do cinema brasileiro!

+ Columbia Britânica inicia a colheita de uvas brancas

+ Nova Zelândia regulamenta investimentos estrangeiros

Redação
Publicado em 09/09/2009, às 08h23 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias