Revista ADEGA
Busca

Mundovino

Argentina prevê queda na colheita de 2022

Dados preliminares falam de 13% de diminuição de volume de uvas


Argentina prevê queda na colheita de 2022

Dados estimados dão conta que Argentina produzirá 194 milhões de quilos de uva em 2022

A natureza manda quando o assunto é a produção de uvas e na Argentina as geadas tardias em outubro de 2021 e algumas ocorrências de granizo no começo do verão indicam a diminuição da colheita recém iniciada no terroirs locais.

» Pesquisas mostram que o vinho ajuda até na saúde do seu fígado

Os dados do INV (Instituto Nacional de Vitivinicultura) estimam que este ano o país produzirá quase 194 milhões de kg de uvas, o que representa uma queda de 13% em relação à colheita de 2021, que foi de 222 milhões de kg. A pesquisa tem uma margem de erro de 5% para mais ou para menos. Para a região de Mendoza é estimada uma colheita de 134 milhões de kg de uvas, o que aponta uma possível queda de 14% em relação a 2021, quando foram colhidas 156 milhões de kg.

As más notícias para a Argentina também vêm dos dados da exportação, que tiveram queda de 14.9% em relação a 2020, chegando a 3,3 milhões de hectolitros.

A maior parte dos vinhos exportados foi de varietais (2,6 milhões de hectolitros) e a grande queda foi dos vinhos a granel (queda de 48,4%). O único produto com aumento de exportações foram os espumantes, cuja venda cresceu 44%. Os dados são, também, do INV, com dados de vendas de janeiro a dezembro de 2021.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui

Silvia Mascella Rosa
Publicado em 25/02/2022, às 18h00


Mais Mundovino