Enoturismo

Dicas de enoturismo no Uruguai

Passeios para você desfrutar do melhor que o Uruguai pode oferecer


O Uruguai oferece uma vasta variedade de passeios para todos os gostos

Algumas das principais regiões vitivinícolas do Uruguai estão no sul do país, ao redor de Montevidéu. Se pensarmos nos extremos, de Carmelo até Garzón, por exemplo, são pouco mais de 500 quilômetros, ou seja, as distâncias não são tão grandes e quem quiser conhecer um pouco de tudo nas paragens uruguaias, pode fazer isso em relativamente poucos dias. ADEGA, portanto, fez uma lista de dicas rápidas e imperdíveis para quem pensa em desfrutar do melhor do enoturismo no nosso vizinho e, além disso, ainda fez uma seleção de excelentes rótulos dos mais variados estilos (quem disse que no Uruguai só há Tannat?). Confira.

Leia mais:

Uruguai além da Tannat

Tannat: a queridinha do Uruguai

Garzón: a vinícola do bilionário Alejandro Bulgheroni

Bodega Alto de la Ballena

Os vinhedos da Bodega Alto de la Ballena podem ser vistos do alto de uma colina, em um terraço de madeira coberto, onde os visitantes são recebidos para uma degustação de vinhos, pães, azeite de oliva e queijos. É de uma simplicidade fascinante. A vinícola fica em Maldonado, não muito distante de Punta del Este.

Bodega Los Cerros de San Juan

Na parte oeste do Uruguai, não muito distante de Colônia do Sacramento, está a mais antiga vinícola do país. Há 165 anos, a família Lahusen veio da Alemanha e se instalou na região. Em meio à natureza típica do local, o prédio em estilo colonial erguido em 1869 é um Monumento Histórico do Uruguai. Mas o mais impres - sionante está no subsolo com um sistema de refrigeração de vinhos construído de forma artesanal. 

La Posta de Vaimaca

No Pueblo Eden, um povoado muito pequeno, 40 quilômetros ao norte de Punta (próximo da Viña Eden), esse restaurante familiar de comida caseira é inspirado na cultura Charrúa. A ideia é resgatar receitas da região. No menu, o cordeiro é a estrela, em vários cortes e opções. As carnes são assadas em um rústico forno à lenha. A batata e a massa (de produção própria) são feitas no fogão à lenha, a poucos metros dos fregueses. O calor do fogo e da gente se mistura no salão.

Establecimiento Vitivinícola Irurtia

Já em Carmelo, na costa oeste do Uruguai, esta é uma das maiores vinícolas do país, pioneira na reconversão dos vinhedos. Uma visita à sede da empresa é como recuperar a história vitivinícola do Uruguai. Os tanques de cimento, as barricas usadas há décadas, tudo convive com a modernização dos processos. A família está na quarta geração radicada em Carmelo. 

Pousada e Restaurante Campotinto

Em Carmelo, essa vinícola da família Vinganó conta com 12 quartos e mantém uma programação sedutora para os enófilos. Oferece piquenique gourmet em meio aos vinhedos e promove a experiência de colher, podar e realizar a vindima. O restaurante é especialista em culinária italiana, com ingredientes produzidos no local. 

Finca Narbona

Também na região de Carmelo, esta vinícola centenária foi restaurada e hoje é dos locais mais charmosos do oeste uruguaio. O restaurante tem pratos típicos e uma gastronomia local influenciada pelos ingredientes de cada estação. A pousada de luxo, com apenas cinco quartos, é deslumbrante.

Cabaña Verónica

Um dos locais para se visitar na capital uruguaia é a Cidade Velha, mais especificamente o Mercado del Puerto. Dentro dele está o Cabaña Verónica, com pratos de carne bem feitos e bem servidos, como o carré de cordeiro. A carta de vinhos, focada no Uruguai, é dividida por produtor.

García

Dentro de Montevidéu, há uma série de restaurantes interessantes, especialmente para quem quer apreciar carnes. Uma tradicional casa de parrilla, inaugurada em 1967, é o García. O baby beef e o rack de cordeiro premium são pedidas obrigatórias por lá. Mas também há ótimos pratos com pescados e massas. 

Café Misterio

É um restaurante bem conhecido da capital uruguaia, com ótima comida, indo do tradicional menu de carnes até sushi. O dono, Juan Pablo Clerici, costuma fazer intercâmbio com outros cozinheiros – Rodrigo Oliveira e Alex Atala já cozinharam por lá. Tem ótimos pescados e frutos do mar, além de uma excelente carta de vinhos.

La Cocina de Pedro

Com decoração descontraída e aconchegante, este restaurante de Montevidéu é um misto de parrilla com frutos do mar e comida típica uruguaia. Bom para ir à noite, com boa comida, carta de vinho interessante e bons drinques. Vale experimentar a costeleta de cordeiro com batatas e molho de mostarda ancienne. 

Mía Bistrô

Ótimo local para aproveitar a orla de Punta del Este. Menu estilo comida fusion com pescados e sushis. Um lugar descolado para frequentar tanto de dia quanto durante a noite.

Bodega Bouza

Com ambiente acolhedor, em que você é recebido pelos donos, a Bouza ainda tem um restaurante imperdível. Vale a pena conhecer também sua coleção de carros antigos. Não fica muito longe de Montevidéu e, apesar de ser necessário fazer reserva, costuma ter disponibilidade.

Establecimiento Juanicó

Não muito distante de Montevidéu, Juanicó é uma das maiores e mais celebradas vinícolas do Uruguai. O visual é impactante, especialmente no caminho que leva aos barris de fermentação. O restaurante também oferece ótimos pratos. Agende sua visita. 

Bodega Garzón

Para os lados de Punta del Este, a imponente Bodega Garzón, do bilionário Alejandro Bulgheroni, conta com o restaurante de Francis Mallmann. Para quem quer exclusividade, pode se hospedar no Pueblo Garzón, uma espécie de hotel/ pousada de luxo (somente quatro quartos) de propriedade do chef. O lugar é uma pequena vila, perto da viní - cola, ideal para quem quer requinte e exclusividade.

Viña Edén

Na região de Punta, a Viña Edén impressiona por sua arquitetura. A vinícola tem sócios brasileiros e a recepção é feita em português. O restaurante também é imperdível, com sua empanada de carne de carneiro cozido por oito horas, uma cesta de pães incrível, abóbora com queijo de cabra, além do carré de cordeiro, obviamente.

Bodega Artesana

Na região de Canelones, a uns 40 quilômetros de Montevidéu, fica esta vinícola pequena, porém muito charmosa, colada nos vinhedos. A comida/experiência é excelente e o chef Diego manda muito bem com sua típica comida uruguaia. É preciso fazer reserva.

Bodega Oceánica José Ignácio

Na região de Maldonado, a cerca de 40 quilômetros de Punta, a Bodega Oceánica José Ignácio é um deleite, oferecendo mais do que passeios gourmet pela vinícola, mas também arquitetura e obras de arte deslumbrantes que compõem a paisagem interna e externa da vinícola.

Veja também:

+ Dicas para diversas opções de enoturismo

+ Vinhos do Uruguai avaliados pela ADEGA

ASSINE JÁ A REVISTA ADEGA. DESCONTOS DE ATÉ 76% 

Arnaldo Grizzo

Publicado em 11 de Novembro de 2019 às 18:00


Notícias vinho uruguaio Uruguai Tannat enoturismo