Mundovino

Estudo diz que vinho sem álcool “tem os mesmos benefícios para a saúde do coração”

Segundo pesquisadora essa é a prova de que os benefícios do vinho se devem aos polifenóis, não ao álcool


Vinho sem álcool também traz benefícios à saúde

Pesquisa relata os perigos do álcool no organismo

Uma nova pesquisa de Rudolph Schutte, da Anglia Ruskin University, apresentada no British Science Festival, aponta que o consumo de vinho sem álcool tem os mesmos benefícios para a saúde cardíaca que beber quantidade moderada de vinho “verdadeiro”. 

» Marqués de Murrieta celebra Celso La Pastina com rótulo especial

Estudos têm mostrado uma relação benéfica de proteção entre o vinho e as doenças cardíacas, contudo, ele alega que “[esta] relação também éobservada para vinhos sem álcool, o que sugere que os benefícios se devem aos polifenóis do vinho, e não ao álcool”. 

A pesquisa de Shutte girou em torno do projeto UK Biobank, compreendendo cerca de 450.000 pessoas cujas escolhas de estilo de vida e saúde foram monitoradas ao longo de sete anos. Os participantes que beberam uma quantidade moderada de vinho se beneficiaram de uma redução de 40% no risco de doença coronariana em comparação com a média do grupo. No entanto, o consumo moderado de cerveja, sidra ou destilados aumentou o risco em 10%. 

“As recomendações atuais no Reino Unido são de não beber mais do que 14 unidades de álcool por semana. Isso equivale a sete litros de cerveja de teor médio, cerca de nove copos de 125 ml de vinho ou 14 doses de destilados”, disse Schutte. “No entanto, nossas descobertas mostram que mesmo baixos níveis de consumo de álcool podem ser prejudiciais à nossa saúde.” 

Ele também acredita que os estudos que mostram que bebedores moderados podem ter riscos menores para a saúde do que seus colegas abstêmios podem apresentar falhas. “Um grupo de não bebedores conterá indivíduos que se abstêm de álcool devido a vários motivos de saúde pré-existentes, tornando este grupo de referência surpreendentemente de alto risco”, disse. “Comparar um grupo de bebedores baixos a moderados a este grupo de referência ‘de risco’ de não bebedores pode indicar erroneamente que o álcool é benéfico para a saúde”, finaliza. 

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

Assine ADEGA

Da redação

Publicado em 7 de Novembro de 2021 às 10:00


Mundovino Consumo de vinho Vinho sem álcool Vinho e saúde Vinho Saúde Benefícios do vinho para a saúde