Revista ADEGA
Busca

Vinho mais caro da história

Garrafa de Champagne estoura recorde e é o novo vinho mais caro da história

A magnum Chateau Avenue Foch foi arrematada por 2,5 milhões de dólares


Divulgação do Château Avenue Foch já mostra o espírito diferente do Champagne
Divulgação do Château Avenue Foch já mostra o espírito diferente do Champagne

Uma magnum do Château Avenue Foch 2017 se tornou o vinho mais caro do mundo depois de ser vendido por US$ 2,5 milhões em um leilão.

O preço – que na cotação de hoje equivale a pouco mais de 13,5 milhões de Reais – foi pago por dois irmãos italianos, Giovanni e Piero Buono. Os irmãos são investidores envolvidos no mercado de criptomoedas, bem como nas indústrias de moda e tecnologia.

A magnum do Chateau Avenue Foch 2017 foi oferecida com um NFT que dá ao titular os direitos de arte digital e propriedade intelectual de uma imagem do famoso Bored Ape Mutant, ao lado de outras figuras de desenhos animados colecionáveis ​​apresentadas na garrafa que foi desenhada em colaboração com o artista Mig.

Os irmãos italianos, no entanto, já afirmaram que não pretendem abrir o Champagne, “Achamos que será um bom investimento”, disseram em entrevista ao The Wall Street Journal.

garrafa-de-champagne-estoura-recorde-e-e-o-novo-vinho-mais-caro-da-historia
Domaine de La Romanée-Conti reinava entre os vinhos mais caros

Chateau Avenue Foch é uma marca recém-criada feita a partir de uvas Premier Cru em Champagne cultivadas na propriedade familiar de Allouchery em Chamery. A venda é o mais alto valor pago por uma garrafa de vinho na história, porém, com a ligeira ressalva do valor acumulado pela inclusão da arte do NFT.

Vinho mais caro da história

Até hoje, o vinho mais caro da história foi o Romanée-Conti 1945 que foi arrematada por um colecionador anônimo por US$ 558 mil depois de uma disputa intensa entre dois possíveis compradores.

O interessante é que apesar de a garrafa vir de uma safra emblemática, de um produtor famoso e de uma adega de procedência 100% confiável, os leiloeiros esperam um valor entre US$ 22.000 e 31.000. Digamos que eles erraram feio. 

André De Fraia
Publicado em 15/07/2022, às 08h50


Mais Mundovino