Para cima!

Filial da Concha y Toro no Brasil prevê crescimento de vendas em 2016

A VCT, que também importa vinhos Trivento da Argentina e Fetzer dos EUA, já superou seu resultado de 2015 nos primeiros meses do ano


Em 2016, a importadora VCT, filial e distribuidora da vinícola chilena Concha y Toro no Brasil, poderá alcançar um crescimento acima da média de dois dígitos em volume de vendas, estimenado um aumento de distribuição de suas marcas. A empresa possui em seu portfólio, ainda, todos os produtos das vinícolas Trivento da Argentina e Fetzer dos Estados Unidos. 

O resultado parcial de 2016 da VCT Brasil já foi apurado. Segundo a Nielsen, empresa que presta consultoria de mercado, a companhia registrou 22% de crescimento em volume de vendas nos primeiros meses do ano, enquanto a categoria de vinhos importados apresenta retração de 9% em volume entre os meses de janeiro e fevereiro de 2016, comparado ao ano anterior.

Vinho Cassileiro del Diablo

No ano passado, a VCT chegou à marca de crescimento de 18% em volume e 27% em faturamento, o que firma seu posicionamento de liderança no mercado de vinhos importados alcançado em 2014, ano em que a empresa atingiu a marca de 1 milhão de caixas vendidas no Brasil.

O foco da empresa no decorrer deste ano seguirá na distribuição de poucas unidades de manutenção de estoque que apresentam forte desempenho nos pontos de vendas suportados por consistentes investimentos, tanto em comunicação e construção de marcas, quanto na produção e implementação de diferenciados materiais de merchandising.

A empresa segue investindo fortemente nas principais marcas do Chile, como Casillero del Diablo e Marques de Casa Concha. Além disso, a VCT apresenta um novo rótulo de Reservado, o vinho importado mais vendido no Brasil.

 A marca argentina Trivento continuará recebendo especial atenção porque, depois do Chile, é o país que mais vende vinhos para o Brasil. Finalmente, será trazido ao país um vinho da Califórnia (EUA), por se tratar de uma origem ainda pouco explorada no Brasil e com altíssimo potencial.

Da redação

Publicado em 17 de Maio de 2016 às 12:00


Notícias vinhos importados VCT chile argentina