Revista ADEGA
Busca

Vinho & Saúde

Pesquisa aponta que Mulled Wine – o quentão da Europa – é um dos drinks mais saudáveis

Vinho tinto com especiarias é uma clássica bebida natalina nos países do hemisfério norte


Pesquisa aponta que Mulled Wine – o quentão da Europa – é um dos drinks mais saudáveis

Mulled Wine traz inúmeros benefícios a saúde

Vinho tinto, rodelas de laranja, canela e demais especiarias. Esta é a receita para o Mulled Wine, a bebida que originou o quentão. Se no Brasil a bebida é típica das festas juninas, nos países do hemisfério norte, por motivos climáticos, a iguaria é consumida no Natal.

» Qual o vinho certo para harmonizar com bacalhau?

E uma pesquisa traz uma boa notícia para os amantes da bebida. Segundo Hussein Abdeh, Diretor Clínico e Farmacêutico Superintendente da Medicine Direct, o Mulled Wine é um dos drinks mais saudáveis que existe.

“O vinho quente é feito de vinho tinto, que contém polifenóis. Esses compostos são ricos em antioxidantes, que ajudam a manter os vasos sanguíneos flexíveis, tornando mais fácil para o coração bombear o sangue pelo corpo”, diz ele. “Os antioxidantes da canela podem ajudar nos sinais físicos de envelhecimento, reduzindo o estresse oxidativo no corpo. A canela também é um antiinflamatório que pode ajudar a reduzir o risco de doenças inflamatórias como artrite”.

Segundo a pesquisa, esta especiaria pode ajudar na redução do colesterol "ruim", mantendo um nível estável de colesterol bom.

Pesquisa aponta que Mulled Wine – o quentão da Europa – é um dos drinks mais saudáveis

Mulled Wine pode ser adaptado para uma versão refrescante sem perder os benefícios à saúde

“O cravo pode controlar os níveis de açúcar no sangue, o que é um benefício significativo para a saúde, porque longos períodos de açúcar elevado no sangue podem aumentar o risco de doenças cardiovasculares”, finaliza o clínico.

Claro que na maior parte do Brasil – se não no território como um todo – é impensável degustar um vinho quente no Natal e em pleno verão, mas há versões para climas quentes que mantém as propriedades saudáveis da receita original.

Para tanto, basta utilizar um vinho tinto mais leve – como um Pinot Noir por exemplo – e mais gelado do que de costume. E além das especiarias e da laranja, um toque de água tônica trará mais frescor ao drink.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui

André De Fraia
Publicado em 20/12/2021, às 09h00


Mais Mundovino