Enocultura

Zumbis e enólogos satânicos em cinco filmes de terror e vinho para se divertir entre taças


 

Vinhos costumam render belos filmes e documentários, geralmente ricos em boas histórias e retratando diferentes culturas. Mas sempre existe o 'lado B' quando o assunto é cinema, e as garrafas não escaparam dos filmes de terror, digamos assim, de gosto duvidoso.

Que tal o roteiro onde um pesticida agrícola faz o enólogo virar zumbi? Não lhes parece um senhor argumento a favor dos vinhos 'naturais'?

Brincadeiras à parte, a lista a seguir é curiosa e os títulos podem ser assistidos na internet. Divirtam-se. 

 

LEIA MAIS

» Falsificador de vinhos de Bordeaux é condenado a 18 meses de prisão na China

» Notas de Rebeldia: o duro caminho de um Master Sommelier no Netflix

 

Terroir

 


 

Baseado no conto 'O barril de Amontillado', de Edgar Allan Poe, o filme é estrelado por Keith Carradine, que vive um rico produtor italiano que contrata um detetive para descobrir a fonte de uma misteriosa garrafa de vinho. O investigador desce ao submundo da Toscana e econtra uma seita que cultua a terra e promove rituais sombrios. O longa faz referências ao escândalo de falsificação de vinhos italianos conhecido como 'Brunellopoli', e conta com a participação de enólogos reais como Salvatore Ferragamo, da vinícola Il Borro.

 

As Uvas da Morte

 

 

Com tudo o que se espera de um filme de mortos-vivos, o longa de 1978 é dirigido por Jean Rollin, cineasta que se especializou em produzir filmes de terror de segunda linha e com teor erótico, como 'A Vampira Nua'. O roteiro narra a viagem de uma jovem pelo interior da França para encontrar o namorado que trabalha numa vinícola. O problema é que um novo pesticida experimental espalhado nas videiras está transformando o pessoal em zumbis. Wine Walking Deads, digamos.

 

O Olho do Diabo

 

 

O drama britânico de 1966, dirigido por J. Lee Thompson, deu o primeiro papel relevante à atriz Sharon Tate, fato que contribuiu para certa áurea 'cult' do longa, após o brutal assassinato da atriz por seguidores do psicopata Charles Manson. O roteiro trata de ocultismo e forças sobrenaturais, estrelado por David Niven. Ele vive o marquês e vinicultor Philippe de Montfaucon, cujos funcionários pretendem seguir rituais que exigem sua vida para salvar as colheitas na estação seca.

The Vineyard

 

 

Considerado pela revista Food & Wine "o melhor filme B de vinho e terror", o longa de James Hong faz a linha dos roteiros 'trash' e de contexto oriental que inspiraram Quentin Tarantino. A trama é centrada na figura do Dr. Elson Po, um enólogo renomado que descobriu num vinho especial a fonte da juventude. Mas a poção começa a falhar e a saída é convidar um grupo de jovens atores para rodar um suposto filme em sua ilha privada. O motivo? Usar o sangue da jovem Jezebel para refazer seu vinho mágico.

Sangue e Vinho

 

 

No filme recheado de estrelas hollywoodianas, coube a Jack Nicholson o papel de Alex Gates, um negociante de vinhos negligente com a família e vivendo crise financeira, que tem a ideia de arrumar um parceiro para roubar um colar de diamantes 1 milhão de dólares, e depois fugir com a amante latina vivida por Jennifer Lopez. Mas a esposa resolve procurá-lo e a encrenca começa quando ele perde a mala com a joia. O filme de 1996 é dirigido por  Bob Rafelson.

* O filme As Uvas da Morte está disponível no YouTube, legendado em português, os demais podem se vistos no sistema 'on demand' do Prime Video da Amazon.


Pedro Landim

Publicado em 26 de Junho de 2020 às 12:00


Notícias