Martini não, vinho sim!

Rainha Elizabeth II dispensa, por ordem médica, o Martini diário, mas o vinho não!

A ordem médica era zero álcool, mas a monarca não abriu mão de seu vinho na hora das refeições e ainda ficou mais exigente


 

Rainha Elizabeth II não dispensa o vinho apesar de ordem médica. (Crédito: frame de vídeo Harper's Bazaar US)

A rainha Elizabeth II aos 95 anos recebeu ordem médica para dispensar a ingestão de álcool

Aos 95 anos, Elizabth Alexandra Mary, a Rainha Elizabeth II ganhou as manchetes internacionais primeiro por se despedir de forma comovente do Barbados, a ilha caribenha se tornou uma república com Rihanna sendo eleita heroína nacional.

E depois pelo seu amor ao vinho!

A monarca foi aconselhada pelos seus médicos a dispensar completamente o álcool. “É ruim para suas articulações, e ela não pode beber muito quando está fazendo todos esses compromissos reais - não é um trabalho em que você possa beber”, disse Demetri Walters, sommelier real, ao jornal britânico DailyMail.

» Como harmonizar bolos e vinhos em cinco irresistíveis combinações e sim, tem até tinto!

O Martini ela aceitou, mas o vinho... “Eu escolho para a rainha, mas ela é bastante exigente, já que ela não bebe muito vinho no momento”, disse Walters, observando que Elizabeth se tornou “muito mais seletiva” sobre seus vinhos.

A rainha não aceitou deixar de degustar seu vinho diário que acompanha as refeições da monarca.

Já o herdeiro Príncipe Charles, o sommelier real revelou que ele é da cerveja! "Ele teve a ideia de que não podia beber vinho porque isso o faria mal na sua velhice, então, de forma muito incomum, tive que atuar como sommelier de cerveja para ele", explicou Walters. "Não ousei dizer a ele que cerveja é ainda pior para você."

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

Assine ADEGA

André De Fraia

Publicado em 1 de Dezembro de 2021 às 11:00


Mundovino Rainha Elizabeth II Vinho Príncipe Charles Saúde