Revista ADEGA
Busca

Quem disse

“Se porventura os amantes do amor e do vinho vão para o inferno, então vazio deve estar o paraíso”

Poeta persa controverso no seu tempo é o autor dessa frase


“Se porventura os amantes do amor e do vinho vão para o inferno, então vazio deve estar o paraíso” 

Omar Khayyam, poeta 

Ghiyath al-Din Abu'l-Fath Umar ibn Ibrahim Al-Nishapuri al-Khayyami, ou simplesmente Omar Khayyam. Poeta, matemático e astrônomo persa nascido em 1048 na cidade de Nixapur, atualmente localizada no Irã.

LEIA MAIS

» Como os romanos e árabes influenciaram os sons e vinhos de Portugal?

» O azeite e a influência árabe no Brasil

Ficou famoso por reformar o calendário a pedido do Sultão Malique Xá I e pelos tratados sobre álgebra que revolucionaram a matemática.

Sua grande obra de arte no campo da literatura ficou conhecida como Rubaiyat. Traduzida em 1839 pelo escritor americano Edward Fitzgerald é conhecida por ser formada de pequenos poemas em quadras - rubaiyat é quarteto em árabe.

O poeta era um crítico dos dogmas islamicos e fez diversas frases sobre o vinho, bebida que era proibida pelo Islamismo. 

Omar Khayyam faleceu aos 83 anos em 1131, idade considerada muita avançada para a época. Será que o consumo de vinho ajudou o escritor?

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui

André De Fraia
Publicado em 25/10/2020, às 15h00


Mais Notícias