Revista ADEGA
Busca

Califórnia

Sonoma ganha nova região vinícola, confira

Esta é a terceira sub-AVA na grande Costa de Sonoma e a 19ª denominação do Condado de Sonoma


O terroir da região é marcado pela topografia montanhosa e a proximidade com o Pacífico
O terroir da região é marcado pela topografia montanhosa e a proximidade com o Pacífico

O Alcohol and Tobacco Tax and Trade Bureau (TTB), agência dos Estados Unidos responsável por – entre outras coisas – gerenciar as indicações geográficas do país, anunciou a aprovação da nova Área de Viticultura Americana (AVA) chamada Costa Oeste de Sonoma, tornando-a a terceira sub-AVA na grande Costa de Sonoma, bem como a 19ª denominação do Condado de Sonoma.

"Da proximidade do oceano aos totais de chuvas aos solos, mesmo de uma perspectiva ecológica, estamos falando de mudar da terra da sequoia para a terra dos carvalhos. Esses fatores realmente definem a nova região”, diz Ted Lemon, presidenta da West Sonoma Coast Vintners Association e enólogo e fundados da vinícola Littorai.

A nova sub-região West Sonoma Coast AVA abrange uma área total de 57.000 hectares e conta com aproximadamente 400 hectares de vinhas divididos em 50 vinhedos, em que predominam a Pinot Noir e a Chardonnay. O terroir da região é ainda marcado pela topografia montanhosa com variações que chegam a mais de 300 metros de altitude, além de estar nas proximidades do Pacífico.

As temperaturas diurnas na costa oeste de Sonoma são tipicamente 5 graus mais frias do que em outras partes da costa de Sonoma. Alguns vinhedos ficam acima da linha de neblina, enquanto outros ficam abaixo. Embora as máximas diurnas sejam mais frias, as mínimas noturnas são mais quentes, proporcionando uma oscilação diurna modesta. Isso permite que as uvas amadureçam lentamente durante o dia e a noite, o que só pode ser alcançado em um ambiente marítimo genuinamente frio.

Segundo os produtores, os vinhos da Costa Oeste de Sonoma são inconfundivelmente definidos pela influência costeira. "Nossa proximidade com o oceano e a falha de San Andreas é o que todos compartilhamos", disse a enóloga e gerente geral da vinícola Hirsch, Jasmine Hirsch. "Levo uma hora e meia para dirigir até Ted Lemon, mas eu o considero um vizinho. Do ponto de vista do terroir, estamos todos lidando com os mesmos desafios climáticos e logísticos."

André De Fraia
Publicado em 31/05/2022, às 07h00


Mais Mundovino