Revista ADEGA
Busca

Mundovino

Vinho e futebol de mãos dadas em Bordeaux

Proprietários dos Grands Crus de Bordeaux são convocados para salvar o clube de futebol da cidade


Frédéric Longuépée e Joe DaGrosa Créditos: Agência APPA

O presidente do clube Frédéric Longuépée com o ex-acionista Joe DaGrosa em 2018

François Pinault, dono do Château Latour, fez um apelo aos proprietários de châteaux para que se manifestassem depois que o clube de futebol FC des Girondins de Bordeaux, mais conhecido apenas como Bordeaux, decretou falência. 

» Trabalhadores da Möet & Chandon entram em greve na França 

A instituição chegou a esse ponto depois que o proprietário americano do time, a firma de investimento King Street que comprou o time em 2018 do fundo GACP de Joe Dagrosa, retirou o financiamento do clube. 

Pinaultum dos homens mais ricos da França e do mundo, não pode fazer uma oferta pela aquisição doclube de Bordeaux porque já é dono do Rennes, que também participa da primeira divisão do futebol francês. Então, numa carta aberta aos outros proprietários de châteauxele escreveu: Como todos os amantes do futebol francês, estou comovido com a ideia de ver o Girondins de Bordeaux em perigo de desaparecer.Associado há 30 anos à vida de Bordeaux através do Château Latour, penso que a existência deste famoso clube é importante para a cidade, a sua influência, o seu equilíbrio com o qual todos os proprietários de vinhos podem certamente se identificar.Qual é a força econômica que, nesta região, pode tentar salvar LesGirondins e desenvolvê-lo? O mundo do vinho e, em particular, os donos dos GrandsCrus”. 

Stade Matmut Atlantique é a casa do Bordeaux desde 2015

O apelo de Pinaultfoi respondido. O proprietário do Château Pape-Clément, Bernard Magrez, um ex-patrocinador do Bordeauxdisse que a ideia de Pinault foi excelente, acrescentando que estava pronto para contribuir.Philippe Castéja, presidente do ConseilsdesGrands Crus Classés em 1855, disse que a carta de Pinault era uma mensagem positiva para despertar o mundo do vinho e dos GrandsCrus”.

Como muitos clubes de futebol franceses, o Bordeaux foi seriamente afetado pela pandemia, bem como pela falência da agência de direitos de mídia espanhola Mediapro, que concordou em pagar 780 milhões de euros por temporada para transmitir jogos da primeira divisão.

O clube fundado em 1881 tem seis títulos franceses, quatro da Copa da França e três da Copa da Liga Francesa e teve seu último grande ano na temporada 2008-09 quando venceu os três torneios.

Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui

Redação
Publicado em 07/09/2021, às 08h00


Mais Mundovino