Vinhos para o fim de semana: 10 tintos com 90 pontos ou mais


 

90 pontos

 

QUINTA DA COMPANHIA COLHEITA

SELECIONADA 2016 - (AD: 90 pts)

Quinta da Companhia, Minho, Portugal (Quinta da Companhia -  R$ 78).

                     

Corte com as uvas Loureiro, Trajadura e Arinto. Provando às cegas tem tantas notas minerais que chegou a lembrar um Riesling. Pedra de isqueiro, maçã verde, damasco, pêssego. Na boca, tem ótima acidez, é untuoso, equilibrado e elegante. Final persistente. Álcool 12%. 

 

Casas del Bosque Reserva Pinot Noir 2016 - (AD: 90 pts)

Casas del Bosque, Casablanca, Chile

Produzido no clima fresco da região de Casablanca, esse vinho traz a maciez da uva Pinot Noir aliada a uma potência vinda da região e do terroir. As frutas vermelhas prevalecem, com um fundo de cravo, dando um toque especial. É um vinho que tem algum potencial de envelhecimento, ganhando provavelmente complexidade de aromas e sabores. Acidez bastante perceptível, porém bem integrada aos taninos formando um vinho com força, mas ao mesmo tempo sem arestas. Álcool 14%. Compre aqui.

 

91 pontos

 

Assobio Tinto 2017 - (AD: 91 pts)

Quinta dos Murças, Douro, Portugal

Corte de Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz. A fruta é lindíssima. Suculenta, quase um suco de ameixa. A acidez certamente contribui para esta clareza. E os taninos se camuflam em sua elegância, mas conferem fundação e estrutura a este vinho. 13,5% de álcool. Compre aqui.

 

ICARDI TABAREN BARBERA D’ASTI 2015 - (AD: 91 pts)

Icardi, Piemonte, Itália (World Wine - R$ 139).

                      

A vinícola é adepta da agricultura orgânica e biodinâmica e elabora este tinto a partir de uvas Barbera, sem passagem por madeira. Cheio de vida e muito gostoso de beber, esbanja frutas vermelhas como cerejas e morangos acompanhadas de notas orais, terrosas e de ervas. Tenso e vibrante, tem taninos de boa textura,gostosa acidez e nal suculento e persistente, con rmando o nariz. Álcool 13%. 

 

Moulin D`Issan 2016 - (AD: 91 pts)

Château D'Issan, Bordeaux, França

Tinto composto de 90% Merlot e 10% Cabernet Sauvignon, com fermentação e estágio em barricas de carvalho francês, sendo 20% novas. Esse é uma espécie de terceiro vinho do reputado Grand Classé de Margaux, o Château D`Issan. Frutado e equilibrado, mostra ameixas e cassis, acompanhados de notas florais e de especiarias doces, além de toques de ervas. Tem taninos de grãos finos, gostosa acidez e final sedutor e persistente, com toques de grafite e de alcaçuz. Uma grata surpresa, para um blend majoritário de Merlot, atípico no Médoc. Álcool 13,5%. Compre aqui.

 

Alta Mora Etna Rosso 2016 - (AD: 91 pts)

Alta Mora, Sicília, Itália

 A cor lembra Pinot Noir, o nariz tem muito floral, mineral de pedra de isqueiro e ameixa. Em boca, confirma a exuberante mineralidade, ameixa fresca e taninos presentes em corpo médio. Um vinho esbelto pela acidez e os taninos que afinam o fim de boca com a mineralidade marcada e ervas e um finalzinho de couro. Compre aqui.

 

LEIA MAIS:

» 20 vinhos com blends fantásticos com mais de 90 pontos

» 6 vinhos brancos para você tomar agora

 

92 pontos

 

Altos Las Hormigas Blend Tinto 2017 - (AD: 92 pts)

Las Hormigas, Mendoza, Argentina

Um Blend de Malbec, Bonarda e Semillón, com passagem de 9 meses em tanques de concreto. De coloração rubi intenso, mostra aromas de frutas negras maduras como amoras e cerejas. Na boca, é um vinho surpreendente, com taninos presentes e finos, ótimo corpo e que finaliza com um toque mais rústico lembrando couro e pimenta negra. Ideal para acompanhar pizza e massas com molho de tomate fresco. Álcool 13,5%. Compre aqui.
 
 

Esporão Reserva Tinto 2014 - (AD: 92 pts)

Esporão, Alentejo, Portugal
Tinto composto de Alicante Bouschet, Aragonez, Trincadeira e Cabernet Sauvignon, com estágio em barricas de carvalho americano (60%) e francês (40%). Nos últimos anos é clara a busca da vinícola por vinhos mais tensos e com mais frescor, e este Reserva é prova viva disso. Assim como nas anteriores, impressiona pela qualidade de fruta e pela mineralidade, mostrando ameixas e amoras envoltas por notas florais, herbáceas e de especiarias doces, que se confirmam na boca. Muito gostoso de beber, tem taninos de ótima textura e final longo e suculento. Álcool 14,5%. Compre aqui.
 

 

L’ESPINOUSE 2015 - (AD: 92 pts)

La Cave La Fontésole, Languedoc-Roussillon, França (Adega Alentejana - R$ 197).

       

Vinho bastante interessante. No nariz mistura muito bem os aromas de frutas negras bem maduras com notas de baunilha, tabaco, chocolate... Na boca, é seco, tem boa estrutura com os taninos de textura bastante macia e
uma acidez que não deixa a boca secar e
dá frescor ao vinho.
É um corte de Syrah 80% e Grenache 20%. As notas de chocolate, café e geleia de amora dão boa intensidade
de sabor. Tem boa persistência. O vinho foi fermentado em tanques de cimento e estagiou em barricas de carvalho francês. Álcool 13%. 

 

93 pontos

 

TORRES SALMOS 2015 - (AD: 93 pts)

Torres, Priorato, Espanha (Devinum - R$ 345).

                     

Tinto composto de Garnacha, Syrahe Cariñena, com estágio de 14 meses em barricas de carvalho francês. Estruturado e potente, é um ótimo exemplo de que vinhos encorpados podem ser equilibrados. Chama atenção pela acidez refrescante, pelos taninos de grãos nos e de ótima textura e pelo nal cheio e profundo, com toques mineraise de alcaçuz. Ainda está jovem e tem tudo para car ainda melhor nos próximos 10 anos. Álcool 14,5%. 

 

 

 

Da redação

Publicado em 20 de Março de 2020 às 12:46


Notícias