Revista ADEGA
Busca

Wine Run festeja o vinho, suco de uva e o turismo na Serra Gaúcha

Segunda edição da meia maratona cresce, bate recorde e consolida formato na bela paisagem entre Garibaldi e Bento Gonçalves. Em novembro, a Wine Run segue para Petrolina, na região do Rio São Francisco, em Pernambuco


A Wine Run mostrou neste sábado (4) que veio para ficar, crescer e consolidar um formato já consagrado na Europa. Corridas temáticas, ligadas à cultura do vinho e do turismo em belas regiões. A Meia Maratona contou com 1.200 corredores, quatro vezes mais o público da estreia em 2012, e teve quase duas mil pessoas fazendo uma grande festa na chegada, em frente à subprefeitura do Vale dos Vinhedos, na Via Trento.

As corridas cresceram de forma vertiginosa nos últimos anos. Mas, a grande maioria delas, termina rapidamente, assim que os corredores cruzam, se hidratam, pegam suas medalhas e vão embora. A Wine Run é diferente. A cena ilustra bem: a prova largou às 8h30 da manhã, em Garibaldi, atravessou parreirais, passou em frente a várias vinícolas e terminou em Bento Gonçalves num campo de futebol. A chegada dos últimos colocados foi ao meio-dia. Às duas horas da tarde, cerca de 300 pessoas ainda dançavam animadamente ao som de hits atuais e músicas típicas italianas.

A chegada é um espetáculo à parte: os corredores são recepcionados por "garrafonistas" (colonos da região que carregam o garrafão de vinho nas costas servindo a todos, numa menção a maratonistas) cerca de 100 metros antes da linha. Eles oferecem vinhos, queijos e salames caseiros e chegam até a carregar alguns corredores até a linha. Concluído o percurso, o atleta vai se confraternizar com os amigos, família e acompanhantes e tem à disposição água, frutas, além massas quentes, bolachas, suco de uva e espumante à vontade. A festa só estava começando e foram servidas 800 garrafas de espumante, por exemplo.



"O evento foi um grande sucesso em todos os sentidos. Terminamos as inscrições um mês antes e tivemos uma lotação grande na rede hoteleira da região porque muita gente trouxe a família para conhecer a Serra Gaúcha. Para 2014, devemos aumentar o número de inscritos, consolidando ainda mais a prova. Estamos programando para novembro deste ano mais uma Wine Run, desta vez na região de Petrolina, no Vale do Rio São Francisco, em Pernambuco, em novembro", informou Fred Carvalho, diretor do evento. 

Para confirmar as palavras do organizador, inscreveram-se atletas de 10 estados para correr os 21 quilômetros, ou em duplas (10,5 km cada) e em trios (7km cada). Naturalmente, a grande maioria veio do Rio Grande do Sul, mas também participaram corredores dos outros estados do sul e sudeste, além de Minas Gerais, Brasília e até de Pernambuco, entre outros. 

Ivani Gomes dos Santos veio de Três Rios, no interior do Rio de Janeiro, e ficou em terceiro lugar no geral. Ela já correu 131 maratonas e adorou a corrida e a região. Rosangela Carvalho mora em Porto de Galinhas, em Pernambuco, e também ficou em terceiro, só que nas duplas femininas, ao lado de Marília Dias. Halim Hached Neto coordena o Clube da Corrida de Campinas e trouxe nove atletas para a prova. Manoel Dorneles, de São Paulo, fez sua estreia nos 21 km, e considerou o percurso difícil, mas terminou dentro do tempo limite. E trouxe a namorada para conhecer a Serra Gaúcha. 

Outra atração à parte foram as assessorias esportivas e grupos de corrida. Os que tiveram maior presença foram até premiados. O primeiro lugar coube a Winers, que trouxe 75 corredores. Em segundo ficou a academia Cia. Athletica, com 58 e, em terceiro, a Milton Felker, com 41 participantes. Destaque também para o grupo de funcionários do Banrisul, o Runner''s Banrisul, um dos mais animados com cerca de 40 atletas. Os quatro grupos são de Porto Alegre.

Os participantes tiveram outras atrações, além da corrida. Na sexta-feira, foram feitas palestras e o jantar de massas. No sábado, outro jantar especial, com pratos típicos da região e muito suco de uva e vinhos. 



Ana é bicampeã, e Sidnei vence pela primeira vez 

A Wine Run foi uma grande confraternização entre pessoas que elegeram a atividade física para garantir qualidade de vida, tanto que não teve premiação em dinheiro. Mesmo assim, confirmou o nome de Ana Gorini da Veiga, bicampeã da prova. Ela fechou os 21 quilômetros em 1h47min03, mesmo sentindo um pouco de dor em função de uma hérnia. 

"A prova é muito difícil, com várias subidas forte, mas o percurso é lindo e, mesmo com um pouco de dor, consegui chegar na frente novamente. Neste ano, não estava tão bem treinada", contou feliz a professora da Universidade Federal de Porto Alegre, de 36 anos. 

Ela corre há 20 e seu grande objetivo é "continuar correndo por mais 20 anos, sem dor". Sua melhor marca na distância é 1h25, conquistada na Meia da Corpore, em São Paulo, em 2010. Lembram do grupo que ficou dançando no campo de futebol muito tempo depois do fim da prova? A Ana estava firma na primeira fila e era uma das animadas.

Entre os homens, o campeão do ano passado, o espanhol radicado em Brasília, José Portillo cruzou a linha de chegada triste, pois um minuto antes chegara Sidnei Castanha. "Um dos meus objetivos era vencer novamente aqui, mas não deu. Tenho de me contentar com o segundo lugar. Agora vou me concentrar nos 100 km do Lago Paranoá, em junho", contou. 

O campeão Sidnei veio de perto, da vizinha Canela, e estava evidentemente muito feliz, ao completar em 1h20min05. "Não esperava a vitória, mas saí na frente e acompanhei alguns corredores do revezamento e acabei liderando a prova inteira. O percurso é difícil, com subidas fortes, mas deu tudo certo", explicou o corredor de 33 anos, que já ganhou várias provas, mas que não consegue viver do atletismo. Ele é recepcionista de um hotel na sua cidade e está terminando o curso de Enfermagem. 

Resultados

Meia Maratona

Masculino

1- Sidnei Castanha (Tauro Bonorino) - 1h20min05
2- José Portillo - 1h21min05
3- Osmar Leandro da Silva (NiloTozzo/Sidna Dis./Macromaq) - 1h23min04

Feminino
1- Ana Gorini da Veiga - 1h47min03
2- Solange Bressan (Restaurante Andrea/Corpo Inteiro) - 1h49min56
3- Ivani Gomes dos Santos (Bramil/Guaramil) - 1h53min14

Entre as duplas masculinas, a vitória de Tauro e João (Tauro Bonorino) em 1h32min34. A dupla da Transforma, Maria e Miriam, ganhou com o tempo de 2h05min07.

Nos trios, o destaque ficou com Gerson, David e Flávio, vencedores em 1h24min03. Luciane, Patrícia e Vanessa, da Sprint, foram as mais rápidas em 1h47min12.

Com realização da Zenith Marketing e da Revista Adega, a Wine Run 2013 foi patrocinada pela Caixa Econômica Federal e contou com o apoio de Ibravin, Suco de Uva do Brasil, Aprovale, Miolo, Casa Valduga, Aurora, Perini, Pizzato, Isabela, Rio Sol, Dall Onder, Shrbs, Fruki, Sulavan, Cisper, Bento Convention Bureau, Parque Vivatto, Gambatto Sul, Prefeitura de Bento Gonçalves, Secretaria de Esportes e Lazer RS, Fundergs e Prefeitura de Garibaldi.

Mais informações em www.winerun.com.br
www.facebook.com/WineRunBrasil

Mais notícias sobre vinhos...

+ Mulheres que bebem vinho têm vida sexual mais ativa

Governo francês coloca adega presidencial a leilão

China já é o quinto mercado mundial de vinho

Mais da metade dos consumidores não entende as notas de degustação, afirma pesquisa

Consumo de vinho cai no Velho Mundo, mas sobe no Novo

Redação
Publicado em 06/05/2013, às 07h50 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h48


Mais Notícias