Espumante

Cinco dicas certeiras para a sabrage: abrir o champagne com sabre


O ritual da sabrage dos espumantes não é complicado, mas é preciso conhecer e respeitar as técnicas para se manter em segurança, e fazer a festa como Napoleão e seus soldados 

Comemorar em companhia dos espumantes é um costume antigo. Em meados do século 18, o imperador francês Napoleão Bonaparte, amante dos vinhos de Champagne, tinha um jeito especial de celebrar suas vitórias sobre outros exércitos. Após uma batalha e ainda montados em seus cavalos, o imperador e seu batalhão abriam as garrafas cortando as pontas com seus sabres – um tipo de espada curvada.

Essa prática deu origem ao sabrage, que nada mais é do que a degola do Champagne com essa espada. A técnica consiste em expulsar a rolha que sela a garrafa juntamente com o vidro da ponta do gargalo, em um único golpe.

O gesto pode ser cinematogáfico, mas é preciso cuidado para o roteiro não acabe em vídeo cômico na internet, sem falar nos riscos reais de cortes no vidro quebrado. O ritual não é difícil como parece, mas é preciso conhecer suas técnicas.

LEIA MAIS

» Veja a maneira correta de abrir espumantes

» Como abrir uma garrafa de vinho sem saca-rolhas?

 

As garrafas precisam estar bem geladas, com a costura do vidro para cima, por onde o sabre ou a faca devem deslizar para atingir o ponto correto

1 - O primeiro ponto, essencial, é gelar a garrafa e deixá-la em temperatura entre 3°C e 5°C. Pelo menos três horas na parte fria da geladeira, ou uma hora completamente imersa no gelo, inclusive o gargalo. Sem garrafa gelada não há sabragem.

2 - Retire o lacre e a gaiola de metal que envolvem o gargalo, e seque a garrafa. Qualquer instrumento que se possa segurar com firmeza, e tenha a borda de metal será suficiente, embora os craques no assunto usem até os 'pés' das taças (deixe isso com os especialistas). O lado oposto ao fio de uma faca pesada de cozinha é uma boa ideia.

3 - É fundamental que a costura da garrafa, a junção das duas metades de vidro que a compõem, esteja para cima. A garrafa tem que ser ferida exatamente no ponto onde essa linha encontra o gargalo. O instrumento deve deslizar pela costura antes de atingir o ponto.

4 - Segure a garrafa na extremidade oposta ao gargalo, bem na base, e uma boa ideia é proteger a mão com um pano. Mantenha a garrafa em ângulo de 30 a 45 graus, e não aponte para pessoas ou objetos. Mantenha vazia a 'linha de tiro'.

5 - A força é menos importante que a firmeza na hora de atingir a parte certa do vidro. Se concentre em seguir todas as regras e gargalo será expelido sem o uso de força física. Esteja sóbrio. Garrafas sob pressão são perigosas e exigem atenção.

Saúde!

 

Da redação

Publicado em 15 de Agosto de 2019 às 20:00


Notícias espumante abrir garrafa abrir espumante de sabre como abrir champagne Napoleão Bonaparte guia do vinho sabrage