Revista ADEGA
Busca

24.Set - De novo

A retomada da parceria Brasil/Argentina no mercado de vinhos


O mercado Brasileiro, que tem algo em torno de 170 milhões de consumidores e grande potencial de consumo, é uma das grandes apostas da Argentina. Algumas empresas vitivinícolas asseguraram que as exportações entre os países sul-americanos estão sendo reforçadas ultimamente.

Os responsáveis pelas exportações de vinhos argentinos notaram que mesmo com a queda nas exportações via Mercosul entre as nações, o dinamismo dos dois mercados está se reativando pouco a pouco, já o Brasil não é capaz de se autoabastecer.

Ao encontro deste fato está a situação do Brasil em meio à crise econômica, que mostrou sinais de recuperação nos últimos meses. Apesar de o país ter tido uma grande desvalorização do real no início do ano, que afugentou os exportadores internacionais, o que a Argentina vê atualmente é a retomada do ritmo normal de comércio.

Pablo Ghiorzi, gerente executivo de uma empresa vinícola argentina, observou que no Brasil "há uma concentração muito forte de cadeias de supermercados, como Carrefour, Jumbo, Wallmart e outros, que estão tratando de importar para conseguir uma margem de lucro maior".

Para os Argentinos, o mercado brasileiro é um gigante, que está sendo despertado e pode alavancar as exportações dos vinhos nacionais, gerando boas oportunidades de negócio para os vinhos argentinos.

Confira as últimas notícias sobre o mundo dos vinhos...

+ China é vista como boa oportunidade para venda de vinhos

+ Colômbia adere moda de bares de vinho

+ Revista escolhe 10 melhores hotéis do mundo para amantes do vinho

+ Vale dos Vinhedos exporta modelo de enoturismo

+ O Melhor Vinho do dia: Um californiano para os líderes do G-20!


Redação
Publicado em 24/09/2009, às 13h34 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias