Vinícolas do mundo

Château Le Pin, pioneiro entre os vinhos 'de garagem', é uma joia desejada de Bordeux


 

Na década de 1920 Gerard Gignoux e Clément Suzineau, selecionaram cautelosamente os locais das vinhas e escolheram as suas variedades 

Situado no centro do planalto de Pomerol, Le Pin era um vinhedo pouco chamativo de pouco mais de um hectare, vigiado por um pinheiro e adornado por uma casa singela (certamente não era um 'château').

Nessa época, a família Loubie vendia a uva lá produzida para outros produtores fazerem vinhos genéricos da denominação Pomerol. Em 1979, Madame Loubie decidiu vender a propriedade para os belgas da família Thienpont, donos do Vieux Château Certan, não muito distante dali, também no vilarejo de Catusseau.

 

LEIA MAIS

» Chilena Casas del Bosque é atração turística com vinhos do Vale de Casablanca

» Castello di Ama mescla a linda paisagem da Toscana com arte contemporânea

 

Os Jardins Le Pin são conhecidos em toda a França por sua topiaria única e extensão, eles cercam totalmente o castelo e foram originalmente projetados pelo arquiteto Alfred Koerner 

Hoje, considerado um dos pioneiros do movimento dos vinhos de garagem, Le Pin é um dos bordaleses mais cultuados do planeta, com valores estratosféricos. Possui cerca de 2,7 hectares, sendo a maioria das vinhas de Merlot, e um pouco de Cabernet Franc (que não é mesclada no vinho).

 

O Vale do Loire é conhecido por produzir um excelente vinho. Chateau du Pin tem três vinhedos distintos na propriedade, dois deles são Plaisance e Coulee des Maréchaux

 

» Para ver os melhores vinhos avaliados da Château Le Pin, clique aqui 

 

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

Da redação

Publicado em 31 de Julho de 2020 às 12:00


Notícias