Quem mexeu no meu vinho?

Chenin Blanc e sua infinidade de queijos irmãos

A região do Loire deu origem à Chenin Blanc e inúmeros queijos diferentes


 

Uma das regiões da França mais prolíficas para a produção de diferentes tipos de queijos é o Vale do Loire. Alguns dos mais aclamados, como Valençay, Chabichou, Crottin, Pouligny e Sainte-Maure de Touraine vêm das localidades às margens do rio Loire.

LEIA MAIS

» Vale do Loire: a sintonia entre vinhos e castelos

» Confira os mais bem pontuados Chenin Blancs degustados pela ADEGA

 

E de lá também surge uma casta capaz de harmonizar com uma vastidão de estilos de queijo, a Chenin Blanc.

Dependendo da vinificação, sua leveza e aromas podem conversar bem com queijos mais frescos, especialmente os de cabra, assim como os mais salgados. Já os exemplares mais intensos com certeza terão vez ao lado de queijos semimoles bastante intensos (Chabichou, obviamente, mas também Morbier, por exemplo).

Vale lembrar que alguns Chenin Blancs também são produzidos como meio secos, o que lhes proporciona um leque interessante de harmonizações por contraste com queijos que tenham mais pungência de sal, como Comté ou Appenzeller, por exemplo. Além do Loire, podem ser encontrados ótimos exemplares especialmente na África do Sul.

Sugestão da ADEGA

VINOLOGIST CHENIN BLANC 2019 - AD 91 pontos

Boekenhoutskloof, Swartland, África do Sul (Mistral). Branco elaborado exclusivamente a partir de Chenin Blanc, sem passagem por madeira. Mostra cativantes notas florais e de ervas frescas envolvendo toda sua fruta branca e de caroço madura. Tem gostosa acidez, textura firme e cremosa e final persistente, com toques salinos e cítricos, que pedem uma segunda taça. Fluido, de boa tipicidade e gostoso de beber. Álcool 12,5%. 

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

Da redação

Publicado em 17 de Outubro de 2020 às 15:00


Notícias Queijo Chenin Blanc Harmonização

Artigo publicado nesta revista