Vinícolas do mundo

Chilena Bouchon tem história audaciosa com uvas como a País no Vale do Maule


 

A história começou por volta de 1887 com o jovem francês Emile Bouchon que deixou sua casa de pequenos viticultores em Arveyres para embarcar em um navio com destino ao Chile

Esta vinícola do Vale do Maule, no Chile, vive um atrativo presente desde que, para complementar seu catálogo de Cabernet, Carménère e outras típicas variedades bordalesas, começaram a elaborar vinhos com outras castas como País, Semillon e Carignan, passando a ser das mais audaciosas da cena. Essas variedades esquecidas têm raiz no Maule, a exemplo da País, com a qual fazem o País Salvage, que vem de vinhas que sobem até três metros nas árvores.

 

LEIA MAIS

» Quinta dos Murças tem vinhedos inclinados de produção 100% orgânica

» Estrelas do Brasil produz alguns dos espumantes mais originais do país



A vinícola conta com quatro propriedades, todas no Maule (Mingre, Las Mercedes, Santa Rosa e Batuco), que somam 200 hectares plantados. Foi fundada nos anos 70 por Julio Bouchon pai e hoje é liderada por seus filhos Julio, Juan e María, artífices de várias de suas mudanças recentes.

 

A adega é uma construção simples com chão de barro criada no início do século XX, os vinhos são mantidos em barricas de carvalho francês de 225 litros

 

» Para ver os melhores vinhos avaliados da Bouchon, clique aqui


» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

Da redação

Publicado em 12 de Agosto de 2020 às 18:00


Notícias